Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

MDB paulista abre guerra com cúpula de São Caetano

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

23/01/2020 | 00:01


A cúpula estadual do MDB está disposta a impedir que o partido apoie o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), na eleição deste ano, quando o tucano buscará o quarto mandato na cidade. Atualmente, os emedebistas compõem a base de sustentação do chefe do Executivo.

Segundo o secretário-geral da legenda no Estado, deputado estadual Jorge Caruso, há descontentamento com a postura da legenda no município, em especial pelo apoio maciço dado pelos emedebistas à candidatura de Thiago Auricchio (PL), filho do prefeito de São Caetano e que se elegeu deputado estadual.

“Não sabemos o que vamos fazer em São Caetano ainda. Não está descartada a coligação com o prefeito, mas o que procede é o descontentamento com o dirigente que tem aí. Não tem afinidade a menor com o partido”, disse Caruso, em recado ao presidente da Câmara são-caetanense, Pio Mielo (MDB) – ele foi coordenador da campanha de Thiago.
Caruso avisou que haverá mudança no partido na cidade – a atual comissão provisória é presidida por Floriano Leandrini. “Não posso ficar triste com o prefeito pedir e buscar votos para seus candidatos. Eu fico triste com meu pessoal, que não se empenhou com candidatos a deputado do nosso partido. Por isso, em São Caetano, está tudo aberto.”

Pio disse que “respeita as instâncias partidárias” e que vai trabalhar para que a cúpula estadual reveja a decisão, já que ele defende a reeleição de Auricchio. “Tenho compromisso com o partido, sim, mas meu compromisso prioritário é com a cidade de São Caetano. Os demais vereadores e suplentes e eu estaremos caminhando com reeleição do prefeito Auricchio e pela reeleição da nossa bancada. Espero que seja opinião isolada do deputado Caruso. Entendo não ser opinião da direção nacional. Se for, vou trabalhar até o último minuto para demover (a decisão), entendo que o partido tem de caminhar com a reeleição do prefeito Auricchio. Diante disso, posso acatar (a orientação) ou não.”

O presidente da Câmara lembrou que coordenou em São Caetano a campanha do presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf (MDB), a governador no ano passado. “Fizemos quase 30 mil para o Paulo Skaf (23,6 mil) em 2018. Tenho muito apreço, não quero sair do MDB. Há mágoa em apoiar o Thiago e não os (nomes) do MDB (em 2018), mas é compreensível a lógica partidária. Antes de bandeira partidária, defendo a bandeira da cidade. Gostaria de seguir (no MDB). Mas, para casamento dar certo, ambos os lados têm de querer. Eu quero, mas a afirmação do deputado Caruso indica que ele não quer.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

MDB paulista abre guerra com cúpula de São Caetano

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

23/01/2020 | 00:01


A cúpula estadual do MDB está disposta a impedir que o partido apoie o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), na eleição deste ano, quando o tucano buscará o quarto mandato na cidade. Atualmente, os emedebistas compõem a base de sustentação do chefe do Executivo.

Segundo o secretário-geral da legenda no Estado, deputado estadual Jorge Caruso, há descontentamento com a postura da legenda no município, em especial pelo apoio maciço dado pelos emedebistas à candidatura de Thiago Auricchio (PL), filho do prefeito de São Caetano e que se elegeu deputado estadual.

“Não sabemos o que vamos fazer em São Caetano ainda. Não está descartada a coligação com o prefeito, mas o que procede é o descontentamento com o dirigente que tem aí. Não tem afinidade a menor com o partido”, disse Caruso, em recado ao presidente da Câmara são-caetanense, Pio Mielo (MDB) – ele foi coordenador da campanha de Thiago.
Caruso avisou que haverá mudança no partido na cidade – a atual comissão provisória é presidida por Floriano Leandrini. “Não posso ficar triste com o prefeito pedir e buscar votos para seus candidatos. Eu fico triste com meu pessoal, que não se empenhou com candidatos a deputado do nosso partido. Por isso, em São Caetano, está tudo aberto.”

Pio disse que “respeita as instâncias partidárias” e que vai trabalhar para que a cúpula estadual reveja a decisão, já que ele defende a reeleição de Auricchio. “Tenho compromisso com o partido, sim, mas meu compromisso prioritário é com a cidade de São Caetano. Os demais vereadores e suplentes e eu estaremos caminhando com reeleição do prefeito Auricchio e pela reeleição da nossa bancada. Espero que seja opinião isolada do deputado Caruso. Entendo não ser opinião da direção nacional. Se for, vou trabalhar até o último minuto para demover (a decisão), entendo que o partido tem de caminhar com a reeleição do prefeito Auricchio. Diante disso, posso acatar (a orientação) ou não.”

O presidente da Câmara lembrou que coordenou em São Caetano a campanha do presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf (MDB), a governador no ano passado. “Fizemos quase 30 mil para o Paulo Skaf (23,6 mil) em 2018. Tenho muito apreço, não quero sair do MDB. Há mágoa em apoiar o Thiago e não os (nomes) do MDB (em 2018), mas é compreensível a lógica partidária. Antes de bandeira partidária, defendo a bandeira da cidade. Gostaria de seguir (no MDB). Mas, para casamento dar certo, ambos os lados têm de querer. Eu quero, mas a afirmação do deputado Caruso indica que ele não quer.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;