Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após hesitação, Luiz Alberto e Alemão cravam apoio a Bete

Dupla de vereadores do PT integrava base de Erick Eloi, mas não seguiu debandada


Fábio Martins
Do dgabc.com.br

18/01/2020 | 00:01


Os vereadores Alemão Duarte e Luiz Alberto, do PT de Santo André, decidiram apoiar o projeto majoritário petista na cidade, apesar de a primeira alternativa política dos dois no processo ficar de fora do páreo – a legenda terá a colega de bancada Bete Siraque na empreitada pelo Paço. Em período anterior à definição do nome da sigla, contudo, eles sinalizavam apoio na disputa interna ao empresário Erick Eloi e ao ex-prefeito João Avamileno, que deixaram o petismo depois de considerarem que foram alijados da concorrência.

Alemão e Luiz Alberto demonstravam estar dispostos a seguir Erick e Avamileno – o último governou Santo André entre 2002, com a morte de Celso Daniel, e 2008. Eles não estiveram em ato em que Bete foi consolidada na condição de única postulante do petismo na corrida eleitoral de outubro. Apesar da demora em declarar adesão publicamente, os parlamentares iniciaram agendas ao lado da correligionária.

“Tenho admiração por eles (Avamileno e Eloi), em especial ao ex-prefeito. Quando soube do desligamento, fiquei período após essa decisão trabalhando para cuidar do agrupamento que estava junto, até para não sair mais ninguém. Depois disso concluído, vou estar com a Bete, sou do PT. Tivemos pré-conversa em dezembro e vamos retomar em fevereiro, com a bancada, participando do planejamento”, justificou Alemão, ligado ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Avamileno se desfiliou do PT depois de quase 40 anos de militância, disparando contra falta de espaço e alegando desprestígio. Ele migrou para o Solidariedade, que banca pré-candidatura ao Paço. Eloi concretizou a desfiliação no mesmo período, colocando-se como parceiro no projeto, mas se distanciou e formalizou ida ao Avante, com a proposta também de pleitear a Prefeitura.

Luiz Alberto, por sua vez, falou que fez primeiro evento junto com Bete no fim de dezembro, quando realizou almoço de confraternização, com aliados e familiares, no qual a apresentou como sua pré-candidata. “Deixei isso claro (na atividade), com 120 pessoas”, disse, ao ponderar que declarou suporte a Eloi naquele momento por ser único nome até a ocasião.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após hesitação, Luiz Alberto e Alemão cravam apoio a Bete

Dupla de vereadores do PT integrava base de Erick Eloi, mas não seguiu debandada

Fábio Martins
Do dgabc.com.br

18/01/2020 | 00:01


Os vereadores Alemão Duarte e Luiz Alberto, do PT de Santo André, decidiram apoiar o projeto majoritário petista na cidade, apesar de a primeira alternativa política dos dois no processo ficar de fora do páreo – a legenda terá a colega de bancada Bete Siraque na empreitada pelo Paço. Em período anterior à definição do nome da sigla, contudo, eles sinalizavam apoio na disputa interna ao empresário Erick Eloi e ao ex-prefeito João Avamileno, que deixaram o petismo depois de considerarem que foram alijados da concorrência.

Alemão e Luiz Alberto demonstravam estar dispostos a seguir Erick e Avamileno – o último governou Santo André entre 2002, com a morte de Celso Daniel, e 2008. Eles não estiveram em ato em que Bete foi consolidada na condição de única postulante do petismo na corrida eleitoral de outubro. Apesar da demora em declarar adesão publicamente, os parlamentares iniciaram agendas ao lado da correligionária.

“Tenho admiração por eles (Avamileno e Eloi), em especial ao ex-prefeito. Quando soube do desligamento, fiquei período após essa decisão trabalhando para cuidar do agrupamento que estava junto, até para não sair mais ninguém. Depois disso concluído, vou estar com a Bete, sou do PT. Tivemos pré-conversa em dezembro e vamos retomar em fevereiro, com a bancada, participando do planejamento”, justificou Alemão, ligado ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Avamileno se desfiliou do PT depois de quase 40 anos de militância, disparando contra falta de espaço e alegando desprestígio. Ele migrou para o Solidariedade, que banca pré-candidatura ao Paço. Eloi concretizou a desfiliação no mesmo período, colocando-se como parceiro no projeto, mas se distanciou e formalizou ida ao Avante, com a proposta também de pleitear a Prefeitura.

Luiz Alberto, por sua vez, falou que fez primeiro evento junto com Bete no fim de dezembro, quando realizou almoço de confraternização, com aliados e familiares, no qual a apresentou como sua pré-candidata. “Deixei isso claro (na atividade), com 120 pessoas”, disse, ao ponderar que declarou suporte a Eloi naquele momento por ser único nome até a ocasião.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;