Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Universidade aberta abre vagas para idosos em Diadema

Thiago Benedetti/PMD Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Inscrições podem ser feitas no centro de convivência da melhor idade, nos Cras e na instituição de ensino federal


Da Redação

03/01/2020 | 14:42


 A unidade de Diadema da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) está com 50 vagas abertas para pessoas idosas na Uapi (Universidade Aberta às Pessoas Idosas). As inscrições podem ser feitas no centro de convivência da melhor idade, nos Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e na instituição de ensino federal até 15 de fevereiro.

As aulas são realizadas todas as sextas-feiras, das 14h às 16h. O aluno deve fazer ainda pelo menos mais uma atividade (cursar disciplinas juntamente com os estudantes de graduação, aulas de línguas, de informática, oficina culinária, entre outros). Cada idoso pode escolher duas disciplinas dos cursos oferecidos na Unifesp Diadema para frequentar durante o semestre, como fisiopatologia, farmacologia, etnobotânica, segurança industrial, espanhol, inglês, entre outras.

O projeto teve início no ano passado. “Temos observado que os idosos fortalecem seus laços de amizade. Isso é importante, principalmente para aqueles que moram sozinhos. Alguns deles relatam melhora até mesmo nas condições de saúde. Há, também, a questão da inclusão digital e o fato de estar no ambiente universitário, que era sonho de muitos. É uma realização pessoal mesmo”, afirma o professor coordenador da Uapi, Classius Ferreira da Silva.

A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, apoia a ação e contribuiu para a divulgação nos serviços de convivência oferecidos para os idosos da cidade. “Todos têm a condição de continuar aprendendo, produzindo e compartilhando conhecimento”, ressalta a secretária de Assistência Social e Cidadania, Caroline Rocha.

Outras ações

Diadema conta com seis serviços de convivência e fortalecimento de vínculos para idosos. Um deles é o centro de convivência da melhor idade, que oferece oficinas de tricô, crochê, pintura em tecido, pintura de tela, patchwork (trabalho com retalhos), danças cigana e do ventre, zumba, carimbó e também atividades como tênis de mesa, ginástica com treino funcional e dominó. Para participar desses serviços, os interessados devem procurar o Cras mais próximo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Universidade aberta abre vagas para idosos em Diadema

Inscrições podem ser feitas no centro de convivência da melhor idade, nos Cras e na instituição de ensino federal

Da Redação

03/01/2020 | 14:42


 A unidade de Diadema da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) está com 50 vagas abertas para pessoas idosas na Uapi (Universidade Aberta às Pessoas Idosas). As inscrições podem ser feitas no centro de convivência da melhor idade, nos Cras (Centros de Referência de Assistência Social) e na instituição de ensino federal até 15 de fevereiro.

As aulas são realizadas todas as sextas-feiras, das 14h às 16h. O aluno deve fazer ainda pelo menos mais uma atividade (cursar disciplinas juntamente com os estudantes de graduação, aulas de línguas, de informática, oficina culinária, entre outros). Cada idoso pode escolher duas disciplinas dos cursos oferecidos na Unifesp Diadema para frequentar durante o semestre, como fisiopatologia, farmacologia, etnobotânica, segurança industrial, espanhol, inglês, entre outras.

O projeto teve início no ano passado. “Temos observado que os idosos fortalecem seus laços de amizade. Isso é importante, principalmente para aqueles que moram sozinhos. Alguns deles relatam melhora até mesmo nas condições de saúde. Há, também, a questão da inclusão digital e o fato de estar no ambiente universitário, que era sonho de muitos. É uma realização pessoal mesmo”, afirma o professor coordenador da Uapi, Classius Ferreira da Silva.

A Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, apoia a ação e contribuiu para a divulgação nos serviços de convivência oferecidos para os idosos da cidade. “Todos têm a condição de continuar aprendendo, produzindo e compartilhando conhecimento”, ressalta a secretária de Assistência Social e Cidadania, Caroline Rocha.

Outras ações

Diadema conta com seis serviços de convivência e fortalecimento de vínculos para idosos. Um deles é o centro de convivência da melhor idade, que oferece oficinas de tricô, crochê, pintura em tecido, pintura de tela, patchwork (trabalho com retalhos), danças cigana e do ventre, zumba, carimbó e também atividades como tênis de mesa, ginástica com treino funcional e dominó. Para participar desses serviços, os interessados devem procurar o Cras mais próximo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;