Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Alunos de Santo André vão entrar numa fria

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

29/12/2019 | 06:51


Entre 9 e 22 de janeiro a cidade de Lausanne, na Suíça, vai receber os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude. E dois jovens que estudam e treinam no Grande ABC representarão o Brasil. Larissa Candido, 16 anos, e Lucas Carvalho, 17, moram na Capital, mas são alunos do Sesi, treinam nas dependências da unidade Prefeito Saladino, em Santo André, e conquistaram classificação para o skeleton, modalidade que utiliza um trenó individual, no qual o atleta se deita de bruços e descem em uma pista de gelo. O competidor que superar em menor tempo, vence. O País ainda terá outros dez representantes nas disputas.

Ambos embarcam para o Velho Continente no dia 5, ainda sem saber significado e tamanho do feito que já alcançaram apenas por terem conquistado a vaga. “É um pouco engraçado porque eu ainda não tenho noção da imensidão que é isso. É gratificante saber que estou colocando o Brasil entre os melhores países e na modalidade que não estamos acostumados ver no país”, declarou Larissa.

“Estou extremamente feliz pelo meu resultado por ter conseguido a vaga para representar minha pátria na olimpíada de inverno, realizando um sonho de vestir a camisa do Brasil e de ser um atleta olímpico. Me dediquei muito para chegar até aqui e creio que ainda é só o começo”, afirmou Lucas.

O jovem integra o Programa Atleta do Futuro do Sesi desde 2016, enquanto a colega ingressou em 2017. A partir de 2018, passaram a fazer parte da equipe de rendimento de atletismo e, neste ano, foram aprovados em seletiva que os levou para o gelo.

No início, os atletas sentiram as dificuldades normais até se adaptarem aos novos equipamentos. Mas, aos poucos, foram melhorando e passaram por treinos e campeonatos fora do Brasil até garantirem vaga nos jogos.

“Melhorei bastante a minha pilotagem do começo do ano para cá. Foram boas essas últimas competições classificatórias para a olimpíada e estou bem satisfeita com o resultado. Foram semanas em que eu estava 100% nos treinos e sempre melhorando os tempos das descidas. Graças a Deus deu tudo certo e eu consegui a classificação”, contou Larissa.

“Vou treinar intensamente e focar para esse evento importante de minha vida. Tenho um grande desejo de estar na seleção adulta de skeleton e fazer parte deste time de inverno da seleção brasileira e sempre dar o melhor”, declarou Lucas.

No Sesi andreense ambos recebem orientações do técnico Darci Ferreira e da técnica do Programa Atleta do Futuro e rendimento esportivo do atletismo, Maria Rosana Soares da Silva.

“Estamos imensamente felizes porque acreditamos no melhor de cada pessoa, por direcionar e incentivar na infinita busca de realizações de sonhos”, declarou Darci. “Só tenho agradecer ao Darci e à Rosana por me liberarem para praticar esse novo esporte que junto ao atletismo tem mudado a minha vida”, concluiu Larissa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alunos de Santo André vão entrar numa fria

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

29/12/2019 | 06:51


Entre 9 e 22 de janeiro a cidade de Lausanne, na Suíça, vai receber os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude. E dois jovens que estudam e treinam no Grande ABC representarão o Brasil. Larissa Candido, 16 anos, e Lucas Carvalho, 17, moram na Capital, mas são alunos do Sesi, treinam nas dependências da unidade Prefeito Saladino, em Santo André, e conquistaram classificação para o skeleton, modalidade que utiliza um trenó individual, no qual o atleta se deita de bruços e descem em uma pista de gelo. O competidor que superar em menor tempo, vence. O País ainda terá outros dez representantes nas disputas.

Ambos embarcam para o Velho Continente no dia 5, ainda sem saber significado e tamanho do feito que já alcançaram apenas por terem conquistado a vaga. “É um pouco engraçado porque eu ainda não tenho noção da imensidão que é isso. É gratificante saber que estou colocando o Brasil entre os melhores países e na modalidade que não estamos acostumados ver no país”, declarou Larissa.

“Estou extremamente feliz pelo meu resultado por ter conseguido a vaga para representar minha pátria na olimpíada de inverno, realizando um sonho de vestir a camisa do Brasil e de ser um atleta olímpico. Me dediquei muito para chegar até aqui e creio que ainda é só o começo”, afirmou Lucas.

O jovem integra o Programa Atleta do Futuro do Sesi desde 2016, enquanto a colega ingressou em 2017. A partir de 2018, passaram a fazer parte da equipe de rendimento de atletismo e, neste ano, foram aprovados em seletiva que os levou para o gelo.

No início, os atletas sentiram as dificuldades normais até se adaptarem aos novos equipamentos. Mas, aos poucos, foram melhorando e passaram por treinos e campeonatos fora do Brasil até garantirem vaga nos jogos.

“Melhorei bastante a minha pilotagem do começo do ano para cá. Foram boas essas últimas competições classificatórias para a olimpíada e estou bem satisfeita com o resultado. Foram semanas em que eu estava 100% nos treinos e sempre melhorando os tempos das descidas. Graças a Deus deu tudo certo e eu consegui a classificação”, contou Larissa.

“Vou treinar intensamente e focar para esse evento importante de minha vida. Tenho um grande desejo de estar na seleção adulta de skeleton e fazer parte deste time de inverno da seleção brasileira e sempre dar o melhor”, declarou Lucas.

No Sesi andreense ambos recebem orientações do técnico Darci Ferreira e da técnica do Programa Atleta do Futuro e rendimento esportivo do atletismo, Maria Rosana Soares da Silva.

“Estamos imensamente felizes porque acreditamos no melhor de cada pessoa, por direcionar e incentivar na infinita busca de realizações de sonhos”, declarou Darci. “Só tenho agradecer ao Darci e à Rosana por me liberarem para praticar esse novo esporte que junto ao atletismo tem mudado a minha vida”, concluiu Larissa. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;