Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doria processa Kajuru depois de entrevista do senador ao Diário

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/10/2019 | 06:06


O governador João Doria (PSDB) ingressou com processo contra o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) alegando calúnia, injúria e difamação após ser chamado de mentiroso pelo parlamentar em entrevista ao Diário, publicada no dia 30 de setembro.

A defesa do tucano argumentou que a honra do chefe do Estado paulista foi atacada por Kajuru e que o senador proferiu série de imputações e qualificações ultrajantes, “extrapolando o direito à liberdade de expressão e à manifestação de pensamento”.

Ao Diário, Kajuru afirmou que Doria “roubou na vida como político e jornalista”. “É só ver os rolos dele com empreiteiras, com esquema. Ele não teve de demitir o diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Maurício Alves? Por quê? Estava tendo escândalo de R$ 2 bilhões em registro de veículos, emplacamento, exames toxicológicos, simuladores... Ele sabia desse escândalo porque o chefe da quadrilha é o secretário dos Transportes (Metropolitanos), Alexandre Baldy. O Doria é mitômano. Tem compulsão por mentira. Mente 24 horas por dia. Trabalhei com ele dois anos, na RedeTV! Tinha aquele programa dominical, Show Business. Fazia quatro entrevistas por domingo. Só com gente rica. Ele não entrevistava pobre. Sabe por quê? Ele cobrava por entrevista. Cento e cinquenta mil reais. É um picareta social.”

Ao portal Uol, Kajuru argumentou que as críticas ao governador foram como alerta para irregularidades dentro da administração. “O Doria tinha de me agradecer porque as críticas que eu fiz ao departamento de transporte dele passaram a ser investigadas. Tinha muita coisa dentro do Detran. O que fiz foi alertá-lo do que ocorria dentro do governo dele. Ele deveria é parar de andar com essas pessoas. Mas, em vez disso, me processou e me atacou. Aí decidi falar um monte mesmo”, discorreu o senador, ao site. A equipe do Diário procurou Kajuru para se posicionar sobre o caso, mas até o fechamento desta edição nenhuma nota foi enviada.

O governador já moveu outras ações contra Kajuru por crimes de calúnia e difamação.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria processa Kajuru depois de entrevista do senador ao Diário

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/10/2019 | 06:06


O governador João Doria (PSDB) ingressou com processo contra o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) alegando calúnia, injúria e difamação após ser chamado de mentiroso pelo parlamentar em entrevista ao Diário, publicada no dia 30 de setembro.

A defesa do tucano argumentou que a honra do chefe do Estado paulista foi atacada por Kajuru e que o senador proferiu série de imputações e qualificações ultrajantes, “extrapolando o direito à liberdade de expressão e à manifestação de pensamento”.

Ao Diário, Kajuru afirmou que Doria “roubou na vida como político e jornalista”. “É só ver os rolos dele com empreiteiras, com esquema. Ele não teve de demitir o diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Maurício Alves? Por quê? Estava tendo escândalo de R$ 2 bilhões em registro de veículos, emplacamento, exames toxicológicos, simuladores... Ele sabia desse escândalo porque o chefe da quadrilha é o secretário dos Transportes (Metropolitanos), Alexandre Baldy. O Doria é mitômano. Tem compulsão por mentira. Mente 24 horas por dia. Trabalhei com ele dois anos, na RedeTV! Tinha aquele programa dominical, Show Business. Fazia quatro entrevistas por domingo. Só com gente rica. Ele não entrevistava pobre. Sabe por quê? Ele cobrava por entrevista. Cento e cinquenta mil reais. É um picareta social.”

Ao portal Uol, Kajuru argumentou que as críticas ao governador foram como alerta para irregularidades dentro da administração. “O Doria tinha de me agradecer porque as críticas que eu fiz ao departamento de transporte dele passaram a ser investigadas. Tinha muita coisa dentro do Detran. O que fiz foi alertá-lo do que ocorria dentro do governo dele. Ele deveria é parar de andar com essas pessoas. Mas, em vez disso, me processou e me atacou. Aí decidi falar um monte mesmo”, discorreu o senador, ao site. A equipe do Diário procurou Kajuru para se posicionar sobre o caso, mas até o fechamento desta edição nenhuma nota foi enviada.

O governador já moveu outras ações contra Kajuru por crimes de calúnia e difamação.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;