Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Os esquecidos marcos quilométricos

Eles viraram anônimos blocos de concreto. Foram esquecidos. E quando lembrados, borrados de cal...


Ademir Medici

09/10/2019 | 07:00


 Um dia, no 19º andar do Paço Municipal de São Bernardo, durante reunião do secretariado do então prefeito Tito Costa, o secretário de Serviços Urbanos, engenheiro Conrado Bruno Corazza, indagou dos colegas se alguém conhecia aqueles marcos remanescentes ao longo da Rua Marechal Deodoro: um na Praça Lauro Gomes, o segundo um quilômetro antes, perto da igreja Santa Filomena.

Silêncio! Então o Dr. Corazza explicou o significado: indicar, de quilômetro em quilômetro, a distância a partir da Praça da Sé em direção a Santos. O viajante saberia o total de quilômetros percorridos e quantos faltavam para se chegar ao destino. Outra informação: a altitude em relação ao nível do mar.

Tais sinalizações serviram também para marcar a reforma da Estrada do Vergueiro ou do Caminho do Mar, realizada às ordens e por supervisão direta e diuturna de Arthur Rudge Ramos, um delegado de polícia que deu novo nome ao antigo bairro dos Meninos – obras que hoje são centenárias.

Tito Costa foi quem mais se interessou pelas explicações de Corazza. Tanto que mandou erigir marcos de granito junto aos dois marcos remanescentes da Rua Marechal Deodoro, explicando o significado dos blocos de concreto.

O prefeito determinou também que a réplica de um terceiro marco fosse posta na mesma Marechal Deodoro, um quilômetro adiante da Praça Lauro Gomes, no local da antiga magnólia.

O marco original primeiro foi destruído depois, atingido por um veículo desgovernado. E nova réplica foi feita por operários da Secretaria de Serviços Urbanos.

Com o passar dos anos, os três marcos voltaram ao esquecimento, e quando o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, professor Jorge Pimentel Cintra, veio a São Bernardo em junho para percorrer pontos da cidade, chegou ao marco da Praça Lauro Gomes e o encontrou caiado, sem conseguir ler as inscrições em alto relevo.

Sábado passado fomos conhecer o marco paulistano da Rua Silva Bueno, 275, em São Paulo, e tivemos a mesma surpresa negativa do professor Jorge: mesmo protegido por correntes, o marco paulistano está igualmente desfigurado, também caiado.

SUGESTÕES

1 – Que a Subprefeitura Ipiranga volte vistas ao marco da Rua Silva Bueno e o restaure.

2 – Que a Secretaria de Serviços Urbanos de São Bernardo faça o mesmo com os três marcos da Rua Marechal Deodoro.

3 – Que os conselhos municipais de proteção ao patrimônio histórico de São Bernardo (Compahcs) e de São Paulo (Compresps) deem dignidade aos pequenos monumentos e divulguem as suas origens.

Nota – As despesas para tais providências são insignificantes. E seria um dinheiro muito bem empregado.

Diário há 30 anos

Domingo, 8 de outubro de 1989 – ano 32; edição nº 7191

Perigo – A Associação Brasileira de Prevenção de Acidentes chama a atenção para a rede de 1.600 quilômetros de dutos de gasolina, querosene, nafta, óleo cruz e gás que corta o Grande ABC. Segundo a entidade, a região corre risco de acidentes parecidos com o de Vila Socó, em Cubatão, ocorrido em 1984.

Lazer – Duas embarcações ancoradas na Represa Billings eram opções de lazer boas e baratas: o ‘Flutuante’ e o ‘Nautilus IV’. Elas foram adaptadas como bares-restaurantes especializados em frutos do mar e peixes de água doce.

Em 9 de outubro de...

1914 – A guerra. Manchete do Estadão: chegada de um forte contingente inglês a Antuérpia; Zeppelins lançam bombas sobre a cidade; casas destruídas e indivíduos mortos; chegada de um contingente canadense às águas britânicas.

1919 – Nos seus primórdios, a Santa Casa de Santo André enfrentava problemas financeiros e pedia reajuste da verba de 3:000$000 consignada em orçamento pelo Estado.

Muitos doentes do município tinham que ser atendidos em enfermarias de São Paulo, pela falta de recursos em Santo André.

Roberto Capri lançava o volume O Estado de São Paulo e o Centenário da Independência, primeiro de uma série de seis.

Em 1913, Capri havia publicado O Estado de São Paulo e seus Municípios, abrindo grande espaço ao município de São Bernardo e seus distritos.

1939 – II Guerra. Manchete do Estadão: o dia de ontem foi de grande atividade na frente ocidental.

1969 – São Caetano realiza o I Festival Intermunicipal de Música Popular Brasileira.

1974 – Mais duas inaugurações em Diadema: a ampliação dos grupos escolares do Jardim Inamar e Jardim Herso.

Hoje

Dia do Atletismo

Dia da União Postal Universal

Santos do Dia

João Leonardi

Públia (ou Púbia)

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 9 de outubro:

Em São Paulo, Bernardino de Campos. Criado em 9 de outubro de 1923, quando se separa de Santa Cruz do Rio Pardo.

No Rio Grande do Sul, Alecrim, Butiá, Campina das Missões, Cândido Godói, Formigueiro, Portão, Salvador do Sul e São Marcos

Em Minas Gerais, Itabira

Na Bahia, Ituaçu

Em Pernambuco, Nazaré da Mata

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Os esquecidos marcos quilométricos

Eles viraram anônimos blocos de concreto. Foram esquecidos. E quando lembrados, borrados de cal...

Ademir Medici

09/10/2019 | 07:00


 Um dia, no 19º andar do Paço Municipal de São Bernardo, durante reunião do secretariado do então prefeito Tito Costa, o secretário de Serviços Urbanos, engenheiro Conrado Bruno Corazza, indagou dos colegas se alguém conhecia aqueles marcos remanescentes ao longo da Rua Marechal Deodoro: um na Praça Lauro Gomes, o segundo um quilômetro antes, perto da igreja Santa Filomena.

Silêncio! Então o Dr. Corazza explicou o significado: indicar, de quilômetro em quilômetro, a distância a partir da Praça da Sé em direção a Santos. O viajante saberia o total de quilômetros percorridos e quantos faltavam para se chegar ao destino. Outra informação: a altitude em relação ao nível do mar.

Tais sinalizações serviram também para marcar a reforma da Estrada do Vergueiro ou do Caminho do Mar, realizada às ordens e por supervisão direta e diuturna de Arthur Rudge Ramos, um delegado de polícia que deu novo nome ao antigo bairro dos Meninos – obras que hoje são centenárias.

Tito Costa foi quem mais se interessou pelas explicações de Corazza. Tanto que mandou erigir marcos de granito junto aos dois marcos remanescentes da Rua Marechal Deodoro, explicando o significado dos blocos de concreto.

O prefeito determinou também que a réplica de um terceiro marco fosse posta na mesma Marechal Deodoro, um quilômetro adiante da Praça Lauro Gomes, no local da antiga magnólia.

O marco original primeiro foi destruído depois, atingido por um veículo desgovernado. E nova réplica foi feita por operários da Secretaria de Serviços Urbanos.

Com o passar dos anos, os três marcos voltaram ao esquecimento, e quando o presidente do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, professor Jorge Pimentel Cintra, veio a São Bernardo em junho para percorrer pontos da cidade, chegou ao marco da Praça Lauro Gomes e o encontrou caiado, sem conseguir ler as inscrições em alto relevo.

Sábado passado fomos conhecer o marco paulistano da Rua Silva Bueno, 275, em São Paulo, e tivemos a mesma surpresa negativa do professor Jorge: mesmo protegido por correntes, o marco paulistano está igualmente desfigurado, também caiado.

SUGESTÕES

1 – Que a Subprefeitura Ipiranga volte vistas ao marco da Rua Silva Bueno e o restaure.

2 – Que a Secretaria de Serviços Urbanos de São Bernardo faça o mesmo com os três marcos da Rua Marechal Deodoro.

3 – Que os conselhos municipais de proteção ao patrimônio histórico de São Bernardo (Compahcs) e de São Paulo (Compresps) deem dignidade aos pequenos monumentos e divulguem as suas origens.

Nota – As despesas para tais providências são insignificantes. E seria um dinheiro muito bem empregado.

Diário há 30 anos

Domingo, 8 de outubro de 1989 – ano 32; edição nº 7191

Perigo – A Associação Brasileira de Prevenção de Acidentes chama a atenção para a rede de 1.600 quilômetros de dutos de gasolina, querosene, nafta, óleo cruz e gás que corta o Grande ABC. Segundo a entidade, a região corre risco de acidentes parecidos com o de Vila Socó, em Cubatão, ocorrido em 1984.

Lazer – Duas embarcações ancoradas na Represa Billings eram opções de lazer boas e baratas: o ‘Flutuante’ e o ‘Nautilus IV’. Elas foram adaptadas como bares-restaurantes especializados em frutos do mar e peixes de água doce.

Em 9 de outubro de...

1914 – A guerra. Manchete do Estadão: chegada de um forte contingente inglês a Antuérpia; Zeppelins lançam bombas sobre a cidade; casas destruídas e indivíduos mortos; chegada de um contingente canadense às águas britânicas.

1919 – Nos seus primórdios, a Santa Casa de Santo André enfrentava problemas financeiros e pedia reajuste da verba de 3:000$000 consignada em orçamento pelo Estado.

Muitos doentes do município tinham que ser atendidos em enfermarias de São Paulo, pela falta de recursos em Santo André.

Roberto Capri lançava o volume O Estado de São Paulo e o Centenário da Independência, primeiro de uma série de seis.

Em 1913, Capri havia publicado O Estado de São Paulo e seus Municípios, abrindo grande espaço ao município de São Bernardo e seus distritos.

1939 – II Guerra. Manchete do Estadão: o dia de ontem foi de grande atividade na frente ocidental.

1969 – São Caetano realiza o I Festival Intermunicipal de Música Popular Brasileira.

1974 – Mais duas inaugurações em Diadema: a ampliação dos grupos escolares do Jardim Inamar e Jardim Herso.

Hoje

Dia do Atletismo

Dia da União Postal Universal

Santos do Dia

João Leonardi

Públia (ou Púbia)

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 9 de outubro:

Em São Paulo, Bernardino de Campos. Criado em 9 de outubro de 1923, quando se separa de Santa Cruz do Rio Pardo.

No Rio Grande do Sul, Alecrim, Butiá, Campina das Missões, Cândido Godói, Formigueiro, Portão, Salvador do Sul e São Marcos

Em Minas Gerais, Itabira

Na Bahia, Ituaçu

Em Pernambuco, Nazaré da Mata

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;