Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Empresário acusado de matar morador de rua é solto

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Marcelo Aguiar foi preso na Argentina e liberado em seguida;TJ alega que a Interpol foi notificada


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

29/09/2019 | 07:00


O empresário Marcelo Pereira Aguiar, 36 anos, que havia sido preso na Argentina, na cidade de Paso de Los Libres, já está em liberdade. Aguiar é procurado por ser acusado do assassinato do morador de rua Sebastião Lopes dos Santos, em Santo André, e tinha a sua prisão decretada desde 17 de maio.

De acordo com o site G1, na decisão de soltura o juiz federal argentino Gustavo Fresneda argumentou que o empresário foi liberado por não haver pedido de captura internacional. O TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo informou que o pedido de inclusão de Aguiar no sistema de difusão vermelha da Interpol, lista de procurados internacional, foi feito somente na quinta-feira, 26, mesma data em que o empresário foi solto.

O advogado Ademar Gomes, que representa a companheira de Santos, Dalva de Araújo Costa, 53, e seu enteado, José Maiki de Araújo Costa, 26, afirmou que a demora em comunicar a Interpol é uma falha gravíssima do sistema penitenciário brasileiro. “Assim que a prisão dele foi efetuada (na terça-feira, dia 24), a comunicação já deveria ter sido feita, porque era sabido que o empresário possuía família e negócios no Sul do País”, afirmou.

Segundo o TJ, o formulário foi enviado  à Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) “no mesmo momento em que a informação chegou ao cartório, dada pela Polícia Federal”.


CRIME

Na noite do dia 11 de maio, Sebastião Lopes dos Santos foi morto a tiros na Rua Visconde de Mauá, na Vila Assunção, em Santo André. Santos foi atingido no abdômen e no braço direito por um homem que desceu de um carro Mercedes-Benz de cor prata.

Na casa de Marcelo Pereira Aguiar, acusado de ser o atirador, foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12 e uma carabina 16, imitação de uma modelo AR-15, além de munição.  


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Empresário acusado de matar morador de rua é solto

Marcelo Aguiar foi preso na Argentina e liberado em seguida;TJ alega que a Interpol foi notificada

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

29/09/2019 | 07:00


O empresário Marcelo Pereira Aguiar, 36 anos, que havia sido preso na Argentina, na cidade de Paso de Los Libres, já está em liberdade. Aguiar é procurado por ser acusado do assassinato do morador de rua Sebastião Lopes dos Santos, em Santo André, e tinha a sua prisão decretada desde 17 de maio.

De acordo com o site G1, na decisão de soltura o juiz federal argentino Gustavo Fresneda argumentou que o empresário foi liberado por não haver pedido de captura internacional. O TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo informou que o pedido de inclusão de Aguiar no sistema de difusão vermelha da Interpol, lista de procurados internacional, foi feito somente na quinta-feira, 26, mesma data em que o empresário foi solto.

O advogado Ademar Gomes, que representa a companheira de Santos, Dalva de Araújo Costa, 53, e seu enteado, José Maiki de Araújo Costa, 26, afirmou que a demora em comunicar a Interpol é uma falha gravíssima do sistema penitenciário brasileiro. “Assim que a prisão dele foi efetuada (na terça-feira, dia 24), a comunicação já deveria ter sido feita, porque era sabido que o empresário possuía família e negócios no Sul do País”, afirmou.

Segundo o TJ, o formulário foi enviado  à Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) “no mesmo momento em que a informação chegou ao cartório, dada pela Polícia Federal”.


CRIME

Na noite do dia 11 de maio, Sebastião Lopes dos Santos foi morto a tiros na Rua Visconde de Mauá, na Vila Assunção, em Santo André. Santos foi atingido no abdômen e no braço direito por um homem que desceu de um carro Mercedes-Benz de cor prata.

Na casa de Marcelo Pereira Aguiar, acusado de ser o atirador, foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12 e uma carabina 16, imitação de uma modelo AR-15, além de munição.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;