Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Monólogo ‘Sísifo’ estreia
amanhã na Capital

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Obra de Gregório Duvivier e Vinícius Calderoni vai até dia 20 de outubro


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

12/09/2019 | 07:24


Fernanda Montenegro aplaudiu de pé. A atriz assistiu semana passada à apresentação no Rio do monólogo Sísifo, encenado por Gregório Duvivier e, no encerramento, fez um discurso que emocionou não só o ator, mas a todos que estavam presentes. “É um fôlego de resistência neste País”, clamou, abraçando o ator em seguida.

E é com este espírito que Duvivier chega amanhã, às 21h, no Sesc Santana, para encenar este texto especial, com direção de Vinícius Calderoni, que discute temas como o complexo momento político brasileiro, as redes sociais e as desilusões pessoais no mundo hiperconectado.

Sísifo é inspirado no mito grego – do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo –, e o texto une a mitologia ao caótico mundo conectado e ao Brasil dos memes. Esta análise aparece em 60 cenas curtas, assinadas por Duvivier e Calderoni. “Sísifo é o gif fundador da mitologia histórica, com essa ideia de eterno retorno. Percebemos como isso dava combustível para falar do momento histórico brasileiro, ao mesmo tempo em que falamos sobre travessia, sobre um trajeto que é preciso seguir. Não se chega a um novo Brasil sem passar por um Brasil distópico. Não se chega a um lugar sem passar por outro”, analisa Calderoni.

No palco, Duvivier repete o mesmo movimento constantemente: caminha de um ponto a outro do palco. A cada começo de uma nova cena, ele retorna ao ponto inicial, como em um gif, formato de imagem altamente difundido no universo digital. A investigação cênica neste formato deu origem ao trabalho, que incorporou outras características das novas formas de comunicação.

Entre os muitos temas pelos quais o texto passa, entram em pauta os influenciadores digitais, absurdos nas transmissões ao vivo pelas redes sociais, o complexo momento político brasileiro e até mesmo as desilusões pessoais em um mundo que está conectado a todo momento.

Não à toa arrancou lágrimas não só de Fernanda, como a todos que puderam acompanhar a temporada no Rio de Janeiro. “Ontem (dia 6), dos dias mais felizes da minha vida. Viva Fernanda. Viva a vida”, comemorou Duvivier em suas redes sociais.

A produção tem figurino de Fause Haten, iluminação de Wagner Antônio, direção musical de Mariá Portugal, direção de movimento de Fabrício Licursi e produção de Andréa Alves.

Sísifo – Monólogo – No Sesc Santana – Avenida Luiz Dumont Villares, 579. De amanhã até 20 de outubro, toda sexta, sábado, às 21h, e domingo, às 18h. Os ingressos custam de R$ 12 a R$ 40 e podem ser comprados nas bilheterias do Sesc ou no site www.sescsp.org.br.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Monólogo ‘Sísifo’ estreia
amanhã na Capital

Obra de Gregório Duvivier e Vinícius Calderoni vai até dia 20 de outubro

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

12/09/2019 | 07:24


Fernanda Montenegro aplaudiu de pé. A atriz assistiu semana passada à apresentação no Rio do monólogo Sísifo, encenado por Gregório Duvivier e, no encerramento, fez um discurso que emocionou não só o ator, mas a todos que estavam presentes. “É um fôlego de resistência neste País”, clamou, abraçando o ator em seguida.

E é com este espírito que Duvivier chega amanhã, às 21h, no Sesc Santana, para encenar este texto especial, com direção de Vinícius Calderoni, que discute temas como o complexo momento político brasileiro, as redes sociais e as desilusões pessoais no mundo hiperconectado.

Sísifo é inspirado no mito grego – do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo –, e o texto une a mitologia ao caótico mundo conectado e ao Brasil dos memes. Esta análise aparece em 60 cenas curtas, assinadas por Duvivier e Calderoni. “Sísifo é o gif fundador da mitologia histórica, com essa ideia de eterno retorno. Percebemos como isso dava combustível para falar do momento histórico brasileiro, ao mesmo tempo em que falamos sobre travessia, sobre um trajeto que é preciso seguir. Não se chega a um novo Brasil sem passar por um Brasil distópico. Não se chega a um lugar sem passar por outro”, analisa Calderoni.

No palco, Duvivier repete o mesmo movimento constantemente: caminha de um ponto a outro do palco. A cada começo de uma nova cena, ele retorna ao ponto inicial, como em um gif, formato de imagem altamente difundido no universo digital. A investigação cênica neste formato deu origem ao trabalho, que incorporou outras características das novas formas de comunicação.

Entre os muitos temas pelos quais o texto passa, entram em pauta os influenciadores digitais, absurdos nas transmissões ao vivo pelas redes sociais, o complexo momento político brasileiro e até mesmo as desilusões pessoais em um mundo que está conectado a todo momento.

Não à toa arrancou lágrimas não só de Fernanda, como a todos que puderam acompanhar a temporada no Rio de Janeiro. “Ontem (dia 6), dos dias mais felizes da minha vida. Viva Fernanda. Viva a vida”, comemorou Duvivier em suas redes sociais.

A produção tem figurino de Fause Haten, iluminação de Wagner Antônio, direção musical de Mariá Portugal, direção de movimento de Fabrício Licursi e produção de Andréa Alves.

Sísifo – Monólogo – No Sesc Santana – Avenida Luiz Dumont Villares, 579. De amanhã até 20 de outubro, toda sexta, sábado, às 21h, e domingo, às 18h. Os ingressos custam de R$ 12 a R$ 40 e podem ser comprados nas bilheterias do Sesc ou no site www.sescsp.org.br.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;