Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Chegou o verão

pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estação quente, e que marca os dias mais longos, se estende até fevereiro


Tauana Marin
Diário do Grande ABC

23/12/2018 | 07:00


O verão começou oficialmente na sexta-feira (21) e, junto com ele, temperaturas mais elevadas, acima da média histórica no País – de 31,5°C entre dezembro, janeiro e fevereiro –, estão programadas. Consequentemente, chuvas mais fortes e frequentes no fim da tarde, com raios e trovões, conforme previsão do CPTEC-Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

O aquecimento é consequência da formação do fenômeno El Niño –caracterizado por aquecimento anormal das águas superficiais no Oceano Pacífico Tropical, e que pode afetar o clima regional e global, mudando os padrões de vento e afetando, assim, a quantidade de chuvas em regiões tropicais.

O período, que vem depois da primavera e antecede a chegada do outono, dura 90 dias. A sensação é a de que os dias são mais longos, principalmente entre os meses de janeiro e fevereiro.

Durante a temporada é importante ingerir líquidos, frutas e evitar ficar sob o Sol mais forte, além do uso de protetor solar para evitar a desidratação do corpo.

Enquanto que é verão no Hemisfério Sul, nos países do Hemisfério Norte é inverno – lá a calorenta estação só começa em 21 de junho e se estende até 23 de setembro.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chegou o verão

Estação quente, e que marca os dias mais longos, se estende até fevereiro

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

23/12/2018 | 07:00


O verão começou oficialmente na sexta-feira (21) e, junto com ele, temperaturas mais elevadas, acima da média histórica no País – de 31,5°C entre dezembro, janeiro e fevereiro –, estão programadas. Consequentemente, chuvas mais fortes e frequentes no fim da tarde, com raios e trovões, conforme previsão do CPTEC-Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

O aquecimento é consequência da formação do fenômeno El Niño –caracterizado por aquecimento anormal das águas superficiais no Oceano Pacífico Tropical, e que pode afetar o clima regional e global, mudando os padrões de vento e afetando, assim, a quantidade de chuvas em regiões tropicais.

O período, que vem depois da primavera e antecede a chegada do outono, dura 90 dias. A sensação é a de que os dias são mais longos, principalmente entre os meses de janeiro e fevereiro.

Durante a temporada é importante ingerir líquidos, frutas e evitar ficar sob o Sol mais forte, além do uso de protetor solar para evitar a desidratação do corpo.

Enquanto que é verão no Hemisfério Sul, nos países do Hemisfério Norte é inverno – lá a calorenta estação só começa em 21 de junho e se estende até 23 de setembro.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;