Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Lei do Farol Baixo completa 2 anos e multa 78 mil motoristas

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estradas da região, com exceção do Rodoanel, registraram média de uma infração a cada seis minutos


Daniel Macário
Do dgabc.com.br

07/10/2018 | 07:00


Levantamento feito pela Polícia Rodoviária mostra que 78.697 motoristas foram multados no SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes) e na Rodovia Índio Tibiriçá por descumprir a Lei do Farol Baixo nos últimos dois anos. Os dados levam em consideração a quantidade de infrações lavradas desde que a legislação foi implantada, em julho de 2016.

No período, estradas da região – com exceção do Rodoanel – registraram média de uma infração a cada seis minutos no horário entre 6h e 18h. O cálculo não considera o período de 59 dias em que a aplicação de multas ficou suspensa por decisão da Justiça – entre 2 de setembro de 31 de outubro.

Especialistas ouvidos pelo Diário destacam que a falta de conhecimento a respeito da legislação é o principal fator para o não cumprimento. “Poucos motoristas têm conhecimento da real intenção da lei, que é reduzir o número de acidentes nas rodovias”, explica Luiz Vicente Figueira de Mello, especialista em Mobilidade Urbana da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas.

Para alguns motoristas, o uso do farol baixo ainda é interpretado como recomendação, conforme previa antiga resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) – que indicava o uso do farol baixo durante o período da manhã em estradas. O item passou a ser obrigatório com a lei 13.290/2016.

“Ainda tenho dificuldade de lembrar. Não concordo com a lei, pois não vi ainda resultados práticos”, disse o caminhoneiro Roberval Dias, 59 anos, pouco antes de entrar na Via Anchieta, na quarta-feira.

Na comparação entre 2016 e 2017, segundo o Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), o volume de mortes em rodovias da região cresceu 25%. Passou de 54 para 68 óbitos.

Para o chefe do departamento de medicina de tráfego da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego) Dirceu Rodrigues Alves Júnior, como acender o farol durante o dia ainda não faz parte do cotidiano dos motoristas, os números de infrações devem se manter altos. O especialista, porém, reforça a necessidade de campanhas. “As concessionárias devem fazer placas ou sinalizadores para mostrar a necessidade da medida.”

Segundo a legislação, os motoristas que forem flagrados com o farol desligado serão punidos com multa no valor de R$ 130,16 e levarão ainda quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

RODOANEL - A equipe do Diário tentou, nas últimas duas semanas, obter o número de multas nos trechos Leste e Sul do Rodoanel Mário Covas junto à assessoria de imprensa da Polícia Militar, assim como com o 41º BPRV (Batalhão de Polícia Rodoviária), responsável pela estrada, no entanto, os dados não foram fornecidos. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;