Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

TCE vê perdas milionárias
em fundo de previdência



23/07/2018 | 15:49


O Tribunal de Contas do Estado (TCE) representou ao Ministério Público Federal para abertura de investigação sobre supostas ilegalidades em investimentos da previdência do município de Presidente Venceslau (SP). O TCE apontou "indícios de gestão temerária no balanço de 2016 do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Presidente Venceslau".

Segundo a decisão da Corte de Contas, a aplicação GBX Prime, cujo investimento foi orientado pela empresa Plena Consultoria, recebeu R$ 1,5 milhão do instituto, que teve R$ 1.427.691,10 de prejuízo no ano, totalizando um resultado patrimonial negativo em mais de R$ 200 milhões.

O TCE ressaltou que a Plena Consultoria já foi investigada pela Polícia Federal na Operação Fundo Perdido.

A auditoria aponta que "não teriam sido observados os normativos do Banco Central que regulam a aplicação".

O TCE destaca que a gestora emitiu diversos avisos ao mercado - que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) intitula fatos relevantes -, informando rebaixamentos de rating, provisionamento para perdas e inadimplência de investidas, inclusive MaxCasa XVII Empreendimentos Imobiliários SA, Loteamento Residencial das Nações (localizado na cidade de Macaé-RJ), e Paysage Marialva Empreendimentos Imobiliários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

TCE vê perdas milionárias
em fundo de previdência


23/07/2018 | 15:49


O Tribunal de Contas do Estado (TCE) representou ao Ministério Público Federal para abertura de investigação sobre supostas ilegalidades em investimentos da previdência do município de Presidente Venceslau (SP). O TCE apontou "indícios de gestão temerária no balanço de 2016 do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Presidente Venceslau".

Segundo a decisão da Corte de Contas, a aplicação GBX Prime, cujo investimento foi orientado pela empresa Plena Consultoria, recebeu R$ 1,5 milhão do instituto, que teve R$ 1.427.691,10 de prejuízo no ano, totalizando um resultado patrimonial negativo em mais de R$ 200 milhões.

O TCE ressaltou que a Plena Consultoria já foi investigada pela Polícia Federal na Operação Fundo Perdido.

A auditoria aponta que "não teriam sido observados os normativos do Banco Central que regulam a aplicação".

O TCE destaca que a gestora emitiu diversos avisos ao mercado - que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) intitula fatos relevantes -, informando rebaixamentos de rating, provisionamento para perdas e inadimplência de investidas, inclusive MaxCasa XVII Empreendimentos Imobiliários SA, Loteamento Residencial das Nações (localizado na cidade de Macaé-RJ), e Paysage Marialva Empreendimentos Imobiliários.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;