Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Igualdade em Campinas dá sobrevida ao Santo André


Dérek Bittencourt

09/03/2018 | 07:00


O Santo André se safou na noite de ontem do rebaixamento antecipado à Série A-2 do Campeonato Paulista. O empate por 0 a 0 entre Red Bull e Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, deixou a Macaca com 11 pontos, três a mais do que o lanterna Ramalhão. Assim, a definição dos times que cairão ao segundo nível estadual ficou para domingo. Mas a matemática para a salvação andreense é bastante complicada.

A rodada toda será disputada às 17h do domingo. O Santo André recebe o Novorizontino no Bruno Daniel e necessita impreterivelmente da vitória com amplo saldo de gols. Além disso, terá de torcer para que haja um derrotado no confronto direto entre Linense (nove pontos), que visita o Mirassol (11 pontos), e que a Ponte Preta (11) perca para a Ferroviária em Campinas. Esta é a única combinação que salva o Ramalhão.

Entre os concorrentes diretos contra o rebaixamento, os piores saldos – respectivamente – são de Linense (-7), Santo André (-6), Mirassol (-4) e Ponte Preta (-2). Por isso, golear o Novorizontino seria uma maneira de os andreenses não dependerem de derrotas por placares elásticos dos times que brigam com ele na parte de baixo.

Para a partida que define o futuro ramalhino, o técnico Sérgio Soares terá o retorno do zagueiro Domingos, que cumpriu suspensão na derrota por 1 a 0 para o Linense, quarta-feira, no Interior. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;