Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano perde em casa e cai para a zona de rebaixamento

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Apática em reencontro com torcida, equipe permite primeira vitória do Mirassol no Paulistão


Dérek Bittencourt

05/02/2018 | 07:00


 No reencontro do São Caetano com o Estádio Anacleto Campanella, nada de festa. O cenário montado era perfeito para um início de reação do Azulão no Paulista, diante do lanterna Mirassol, que ainda não havia vencido nenhuma vez na competição. Era. No fim das contas, o time do Interior triunfou por 2 a 0 e empurrou os são-caetanenses para a zona de rebaixamento.

O resultado manteve o Azulão com três pontos, à frente somente da Ferroviária, que hoje à noite visita o Linense no encerramento da quinta rodada. Já os mirassolenses chegaram a cinco, agora em 12º lugar.

O técnico Luís Carlos Martins atendeu ao pedido da torcida – que compareceu em bom número à partida, quase 2.000 pessoas – e optou pela entrada de Alex Reinaldo na lateral direita. Já no ataque, Marlon formou dupla com Carlão. Mas foi uma daquelas noites em que nada deu certo à equipe da casa – por isso, ou não, um torcedor passou mal na arquibancada e precisou ser atendido pela ambulância, mas ficou bem.

A primeira boa chance de abrir o placar foi do time visitante. Aos 28 minutos, Léo Baiano arriscou e levou perigo. Aos 35, entretanto, em jogada ensaiada, a bola alçada no segundo pau em cobrança de falta, Jesiel acertou a trave e, na sobra, Marlon Farias empurrou ao gol.

Foi um baque para o São Caetano, que não conseguia envolver o Mirassol. Martins até tentou mexer no time e lançou Diego Rosa. Aos oito, em tiro direto, e aos 21, de dentro da área, Chiquinho obrigou Fernando Leal a duas defesas. Mas a resposta dos visitantes foi mais efetiva. Aos 32, Alex Reinaldo errou a saída de bola, Zé Roberto recebeu, tirou Domingues da jogada e colocou no canto: 2 a 0 e fim de papo.

O Azulão agora muda o foco para a Copa do Brasil. Quarta-feira, no Anacleto Campanella, recebe o Criciúma. Os catarinenses jogam pelo empate.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano perde em casa e cai para a zona de rebaixamento

Apática em reencontro com torcida, equipe permite primeira vitória do Mirassol no Paulistão

Dérek Bittencourt

05/02/2018 | 07:00


 No reencontro do São Caetano com o Estádio Anacleto Campanella, nada de festa. O cenário montado era perfeito para um início de reação do Azulão no Paulista, diante do lanterna Mirassol, que ainda não havia vencido nenhuma vez na competição. Era. No fim das contas, o time do Interior triunfou por 2 a 0 e empurrou os são-caetanenses para a zona de rebaixamento.

O resultado manteve o Azulão com três pontos, à frente somente da Ferroviária, que hoje à noite visita o Linense no encerramento da quinta rodada. Já os mirassolenses chegaram a cinco, agora em 12º lugar.

O técnico Luís Carlos Martins atendeu ao pedido da torcida – que compareceu em bom número à partida, quase 2.000 pessoas – e optou pela entrada de Alex Reinaldo na lateral direita. Já no ataque, Marlon formou dupla com Carlão. Mas foi uma daquelas noites em que nada deu certo à equipe da casa – por isso, ou não, um torcedor passou mal na arquibancada e precisou ser atendido pela ambulância, mas ficou bem.

A primeira boa chance de abrir o placar foi do time visitante. Aos 28 minutos, Léo Baiano arriscou e levou perigo. Aos 35, entretanto, em jogada ensaiada, a bola alçada no segundo pau em cobrança de falta, Jesiel acertou a trave e, na sobra, Marlon Farias empurrou ao gol.

Foi um baque para o São Caetano, que não conseguia envolver o Mirassol. Martins até tentou mexer no time e lançou Diego Rosa. Aos oito, em tiro direto, e aos 21, de dentro da área, Chiquinho obrigou Fernando Leal a duas defesas. Mas a resposta dos visitantes foi mais efetiva. Aos 32, Alex Reinaldo errou a saída de bola, Zé Roberto recebeu, tirou Domingues da jogada e colocou no canto: 2 a 0 e fim de papo.

O Azulão agora muda o foco para a Copa do Brasil. Quarta-feira, no Anacleto Campanella, recebe o Criciúma. Os catarinenses jogam pelo empate.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;