Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Barrichello deveria ser punido, diz Niki Lauda


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

03/04/2001 | 00:04


Tudo o que Rubens Barrichello queria era esquecer o último fim de semana, quando tudo deu errado para ele na 30ª edição do GP do Brasil – sua Ferrari travou quando se dirigia para o grid de largada e depois, já com o carro reserva, abandonou a prova na terceira volta depois de bater na traseira de Ralf Schumacher –, mas pelo jeito isso não será fácil. Nesta segunda, o tricampeão Niki Lauda pediu punição para o piloto brasileiro. Além disso, ele e Ralf foram advertidos pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) por “não dirigir dentro dos padrões”.

“Acidentes como aquele podem ser atribuídos à má sorte, mas quando acontecem com regularidade, seria o caso de suspendê-lo por duas corridas”, disse Lauda.

Rubinho passa por momentos delicados. Nas três primeiras etapas do Mundial até agora disputadas ele foi acusado de responsabilidade direta em três acidentes. Na Austrália, na abertura do campeonato, ao ultrapassar Heinz-Harald Frentzen, tocou na lateral da Jordan do alemão, lançando-o na grama. Na corrida seguinte, na Malásia, o mesmo Ralf Schumacher do episódio de Interlagos foi atingido por Barrichello. Na freada da primeira curva, depois da largada, o piloto da Ferrari encostou a roda dianteira esquerda na traseira direita da Williams, o que causou a rodada do alemão.

Ralf também criticou o brasileiro. “Ele tem de deixar de vez essa mania de querer ser mais rápido que o meu irmão. Deve-se acabar logo com esse negócio de um piloto colocar o outro para fora da pista. Essa história de tirar alemães da prova pode, de uma hora para outra, virar contra ele”.

Segunda, os comissários da FIA analisaram as imagens do acidente e concluíram que “os dois pilotos não dirigiram dentro dos padrões. A advertência disciplinar serve para orientar futuras ações”, afirmou o comunicado da entidade. Jos Verstapen, que bateu em Juan Pablo Montoya, foi multado em US$ 15 mil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;