Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Billings apresenta leve melhora


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

04/05/2017 | 07:00


 A quinta semana da Expedição Billings, ação que analisa a qualidade da água do reservatório, registrou leve melhora nos 18 pontos avaliados. A iniciativa, que começou no dia 27 de março, é realizada pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano), por meio do projeto IPH (Índice de Poluentes Hídricos), em parceria com a empresa ProMinent.

O ecoesportista Dan Robson percorreu 48 quilômetros em seu caiaque, todos no território de São Bernardo. Diferentemente do visto nos anos de 2015 e de 2016, quando nenhum ponto de coleta foi considerado bom, desta vez um deles (que inicia na Estrada Taquacetuba) recebeu a qualificação.

“Como tivemos bastante chuva, pode ter influenciado (na melhora). Ali também praticamente não tem edificações, mas mata ciliar se refazendo. Então, diversos fatores podem ter contribuído”, fala a bióloga, especialista em recursos hídricos e coordenadora do projeto IPH/USCS, Marta Ângela Marcondes.

Nos outros trechos de avaliação, foram constatadas 11 áreas regulares e seis ruins. Em 2015 e 2016, a situação nesses locais era de 13 pontos regulares e cinco ruins.

Um problema que se mantém é a presença de bactérias causadoras de doenças gastrointestinais. “Continuamos vendo três grupos de bactérias – Escherichia coli, Salmonella e Shigella – e um novo, que é a Pseudomonas, que começou a aparecer no Grajaú (na Capital) e vem sendo vista nas últimas três semanas”, relata Marta.

Outro fator que também permanece é a quantidade de sulfeto encontrada, maior do que nos anos anteriores. O gás é produzido por conta da decomposição de matéria orgânica e o índice permitido por lei é de 0,002 microgramas por litro.

A sexta semana, iniciada na segunda-feira, foi findada ontem por Dan Robson. Na ocasião, 31 pontos foram percorridos em São Bernardo, cidade onde também será realizado o encerramento da ação. A sétima e última etapa começará na segunda, terminando no dia 12. Segundo Marta, 24 pontos serão analisados e a expectativa é boa. “Na próxima semana é a área mais limpinha”, explica.

A expedição envolve a análise de 164 pontos distribuídos entre as cidades de São Bernardo (104), Capital (37), Santo André (dez), Diadema (oito), Ribeirão Pires (dois) e Rio Grande da Serra (três).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;