Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'Central do Brasil' e Fernanda Montenegro concorrem ao Oscar


Do Diário do Grande ABC

09/02/1999 | 12:20


O longa-metragem brasileiro Central do Brasil recebeu duas indicaçoes para o Oscar, o maior prêmio da indústria cinematográfica. O filme de Walter Salles vai concorrer na categoria de melhor filme estrangeiro e melhor atriz, com Fernanda Montenegro. É a primeira vez na história do cinema brasileiro que uma produçao nacional recebe duas indicaçoes. Os vencedores serao conhecidos no dia 21 de março, na festa de entrega das estatuetas.

Central do Brasil é a quarta produçao brasileira a ser indicada ao Oscar. O primeiro foi O Pagador de Promessa, em 1962. Depois, foi a vez de O Quatrilho, em 96, e O Que É Isso Companheiro, no ano passado. Este ano, a cerimônia de entrega das estatuetas será comandada pela atriz Whoopi Goldberg.

Em entrevista à Globo News, logo após receber a notícia de sua indicaçao, Fernanda Montenegro mostrou-se muito feliz e disse que recebeu a notícia como um "soco no estômago". Para ela, a trajetória de Central do Brasil foi totalmente inesperada e chegar a uma indicaçao ao Oscar é uma grande surpresa.

Fernanda afirmou nao ter nenhuma expectativa quanto a possibilidade de ganhar o Oscar e melhor atriz e que o que vier vai ser bom, já que está concorrendo com pessoas de outra esfera e nao esperava nem mesmo ser indicada para este prêmio.

Já Walter Salles disse que a indicaçao de Fernanda Montenegro para a categoria de melhor atriz é o reconhecimento do talento da atriz e do que o Brasil tem de melhor. Ele ressaltou o fato de esta ser a terceira indicaçao de um filme brasileiro ao Oscar em quatro anos e disse nao ter notícia de nenhum outro país que tenha conseguido esta façanha. O diretor salientou que precisa dividir a indicaçao de Central do Brasil com os irmaos Fábio e Bruno Barreto, que também tiveram seus filmes O Quatrilho e O Que É Isso Companheiro? indicados ao Oscar.

Perguntado sobre se o fato de A Vida é Bela estar concorrendo nas categorias de melhor filme e melhor filme estrangeiro diminuem as chances do filme brasiliero, Salles disse ter pouco conhecimento dos critérios usados e por isso nao poder determinar as chances de sua fita.

Walter Sales disse ainda que o cinema brasileiro está mostrando sua força e que espera que o país continue fazendo filmes e que eles continuem sendo reconhecidos. Ele encerrou a entrevista dizendo que o maior prêmio que Central do Brasil já recebeu foi o diálogo com o público brasileiro. Além do italiano A Vida é Bela, concorrem na categoria os filmes Children of Heaven, The Grandfather e Tango.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Central do Brasil' e Fernanda Montenegro concorrem ao Oscar

Do Diário do Grande ABC

09/02/1999 | 12:20


O longa-metragem brasileiro Central do Brasil recebeu duas indicaçoes para o Oscar, o maior prêmio da indústria cinematográfica. O filme de Walter Salles vai concorrer na categoria de melhor filme estrangeiro e melhor atriz, com Fernanda Montenegro. É a primeira vez na história do cinema brasileiro que uma produçao nacional recebe duas indicaçoes. Os vencedores serao conhecidos no dia 21 de março, na festa de entrega das estatuetas.

Central do Brasil é a quarta produçao brasileira a ser indicada ao Oscar. O primeiro foi O Pagador de Promessa, em 1962. Depois, foi a vez de O Quatrilho, em 96, e O Que É Isso Companheiro, no ano passado. Este ano, a cerimônia de entrega das estatuetas será comandada pela atriz Whoopi Goldberg.

Em entrevista à Globo News, logo após receber a notícia de sua indicaçao, Fernanda Montenegro mostrou-se muito feliz e disse que recebeu a notícia como um "soco no estômago". Para ela, a trajetória de Central do Brasil foi totalmente inesperada e chegar a uma indicaçao ao Oscar é uma grande surpresa.

Fernanda afirmou nao ter nenhuma expectativa quanto a possibilidade de ganhar o Oscar e melhor atriz e que o que vier vai ser bom, já que está concorrendo com pessoas de outra esfera e nao esperava nem mesmo ser indicada para este prêmio.

Já Walter Salles disse que a indicaçao de Fernanda Montenegro para a categoria de melhor atriz é o reconhecimento do talento da atriz e do que o Brasil tem de melhor. Ele ressaltou o fato de esta ser a terceira indicaçao de um filme brasileiro ao Oscar em quatro anos e disse nao ter notícia de nenhum outro país que tenha conseguido esta façanha. O diretor salientou que precisa dividir a indicaçao de Central do Brasil com os irmaos Fábio e Bruno Barreto, que também tiveram seus filmes O Quatrilho e O Que É Isso Companheiro? indicados ao Oscar.

Perguntado sobre se o fato de A Vida é Bela estar concorrendo nas categorias de melhor filme e melhor filme estrangeiro diminuem as chances do filme brasiliero, Salles disse ter pouco conhecimento dos critérios usados e por isso nao poder determinar as chances de sua fita.

Walter Sales disse ainda que o cinema brasileiro está mostrando sua força e que espera que o país continue fazendo filmes e que eles continuem sendo reconhecidos. Ele encerrou a entrevista dizendo que o maior prêmio que Central do Brasil já recebeu foi o diálogo com o público brasileiro. Além do italiano A Vida é Bela, concorrem na categoria os filmes Children of Heaven, The Grandfather e Tango.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;