Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Senegal reforça segurança para visita de George W. Bush


Da AFP

07/07/2003 | 08:59


As forças de segurança do Senegal multiplicaram nos últimos dias as ações contra a criminalidade em Dacar por causa da visita do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, nesta terça-feira.

Mais de mil pessoas foram detidas entre a noite de sábado e domingo por "infrações diversas" numa operação realizada por 600 policiais. Dois dias antes, outras 106 pessoas "caíram nas garras da segurança", segundo a emissora de rádio privada Walf FM, que falou em "caça aos maus feitores".

"Estávamos acostumados a este tipo de operação, mas com a chegada do presidente Bush, ela se multiplicou e agimos em todas as áreas" da capital, declarou um porta-voz da polícia.

"George W. Bush ainda não pisou no território senegalês, mas já está aqui", destacou na semana passada o jornal 'Walfadjri' que, como outros diários do país, vê "uma obsessão pela segurança com a visita".

Esta obsessão se deve mais aos americanos do que a seus anfitriões senegaleses, observou outro jornal, 'Le Quotidien', para o qual "os americanos fazem tudo, organizam tudo e decidem tudo" quando seu presidente viaja. "Por motivos de segurança, o serviço secreto' substitui as forças de segurança do país visitado", acrescentou.

"Isto não se traduz em homens uniformizados em todas as esquinas mas em pessoal aquartelado, paredes com isolamento acústico, portas e janelas fechadas para prevenir qualquer surpresa desagradável", continua a publicação.

Esta situação pode provocar "desgostos individuais ou coletivos", afirmou o 'Walfadjri', em referência aos problemas registrados no serviço telefônico desde que a comitiva presidencial americana reservou 400 linhas para a visita.

A segurança priva principalmente o visitante da "recepção popular" que é oferecida à maioria dos presidentes, segundo o programa provisório encaminhado à imprensa em Dacar. Ao contrário do habitual, na terça-feira não haverá manifestações populares, nem hinos nacionais ou revistas de tropas no aeroporto de Dacar por "motivos de segurança".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;