Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Donisete Braga aprova ações de Oswaldo Dias


Mark Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

13/02/2011 | 07:00


O deputado estadual Donisete Braga (PT) adota postura compreensível com o governo do prefeito de Mauá, Oswaldo Dias, seu correligionário. Apesar de o chefe do Executivo ter sido acusado por adversários de omissão após a tragédia provocada pelas chuvas, em janeiro, o parlamentar evita críticas ao companheiro.

"A Prefeitura mobilizou a cidade. Saímos às ruas para dar o mínimo às vítimas. Há o projeto de isenção do IPTU e o auxílio-moradia. O que o prefeito tinha de fazer, está fazendo", opina Donisete, citando proposituras sancionadas por Oswaldo em benefício dos moradores de áreas de risco - 110 casas danificadas terão de ser destruídas pela Prefeitura.

Para a remoção das famílias das proximidades de encostas, o parlamentar prega união de esforços entre o Paço e os governos estadual e federal. "É fundamental a gestão compartilhada. Mauá não conseguirá sair desta situação sozinha."

Na semana passada, o prefeito, que toca em ritmo lento obras do PAC no Jardim Oratório, viajou à Brasília com o intuito de apresentar projeto municipal para receber o programa federal Minha Casa, Minha Vida. Com o Estado, há tratativas de parceria com a CDHU.

"Estamos tomando iniciativas para que as cenas do início do ano não se repitam", assegura Donisete, garantindo que famílias em áreas de risco terão prioridade em ingressar nos projetos.

Além disso, solicitou ao prefeito de Diadema e presidente do Consórcio Intermunicipal, Mário Reali (PT), a tabulação das áreas de risco do Grande ABC.

Parlamentar elogia retorno de Márcio ao governo municipal

O retorno de Márcio Chaves (PT) ao governo de Mauá ainda não foi sacramentado, mas Donisete Braga vê a possibilidade com bons olhos. Ambos tiveram origem na mesma ala do partido. Mas, após algumas derrotas internas de Márcio, o relacionamento da dupla estremeceu e a aliança foi rompida.

"Ele é capaz e inteligente. Não tenho objeção. As disputas ficaram no passado. É página virada", garante Donisete, que herdou praticamente todo o grupo político de Márcio.

Enquanto ocorriam alguns vacilos na trajetória do companheiro, que foi por oito anos vice-prefeito (1997 a 2004), e perdeu, em 2004, a eleição para comandar o Paço no tribunal (caso Túnel do Tempo), Donisete se fortaleceu na Assembleia. No ano passado, a rixa chegou ao limite, com os dois se lançando para o parlamento paulista. Márcio ficou sem cadeira, enquanto que Donisete foi eleito para seu terceiro mandato consecutivo.

Conforme publicado pelo Diário no dia 1º, Oswaldo convidou Márcio para o seu primeiro escalão. O chefe do Executivo o quer no comando de uma secretaria na área de infraestrutura, provavelmente a de Serviços Urbanos, atualmente dirigida por Marcos Gaia. (MR)

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;