Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Saulo escolhe vice sem expressão na política

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de Ribeirão anuncia o desconhecido Arnaldo Franco, do PMDB, como companheiro de chapa


Vitória Rocha
Especial para o Diário

21/05/2016 | 07:00


O prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides (PMDB), escolheu o atual secretário de Assistência Social e Desenvolvimento Social, Arnaldo Franco Pereira (PMDB), como vice para o pleito de outubro. Com pouca expressão política na cidade, Franco, que possui ligações com a Igreja Renovação Carismática Católica, pode ter se aliado ao chefe do Executivo apenas para tentar fortalecer a chapa do prefeito dentro do partido.

Nos bastidores, circula o boato de que Saulo tenha optado pela aliança para impedir que a recém-anunciada pré-candidatura ao Paço do vereador e líder do governo na Câmara, Hércules Giarola (PMDB), avance durante as prévias. De acordo com o prefeito, Franco tem os requisitos necessários para o cargo. “Ele é supercompetente e é uma liderança bem acentuada na cidade”, justificou o prefeito, ignorando o fato de o correligionário ter pouca experiência política.

Segundo o secretário – que tomou posse em janeiro como titular de Assistência Social e Desenvolvimento Social –, o contato se deu por meio de um convite de Saulo. “Ele bateu o martelo e fez um convite pelo meu trabalho. O que é fundamental é que nós viemos articulando. Ele está optando por algo que vá favorecer o governo futuramente”, afirmou.

A estratégia de escolher Arnaldo Franco destoa da tática adotada em 2012. Então vereador, Saulo inicialmente optou por Lair da Apraespi, nome conhecido da política local. Mas foi forçado a trocar a companheira de chapa depois que Lair participou de inauguração de obras no município dentro do prazo de restrições eleitorais. O peemedebista decidiu pela irmã de Lair, Leonice Moura, a Leo.

Leo rompeu oficialmente com Saulo no início deste ano, embora tenha ficado por três anos como secretária de Educação. Ela trocou o PSC pelo PMB e já lançou candidatura própria ao governo municipal.

MUDANÇAS
Diante da impopularidade do atual chefe do Executivo na cidade, em abril, o PMDB admitiu trocar de candidato à Prefeitura e Giarola formalizou em tribuna, durante sessão do Legislativo, que concorreria às prévias do partido para disputar ao pleito. O DGABC Pesquisas de 20 de dezembro,mostrou o prefeito na quarta e última posição, sendo o mais impopular na corrida eleitoral, com apenas 9,5% das intenções de voto.

Apesar do baixo favoritismo na cidade, à época questionado sobre a probabilidade de perder nas prévias, Saulo havia se declarado “tranquilo”. “(A concorrência com Hércules Giarola) Faz parte do processo democrático. É mais uma batalha pela frente e estou otimista”. Desde o início da pré-campanha, o chefe do Executivo tem negado que vá desistir da tentativa de reeleição. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;