Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região se une em prol de Minas Gerais


Camila Galvez
Yago Delbuoni

19/11/2015 | 07:00


A solidariedade com as famílias atingidas pelo rompimento da barragem da mineradora Samarco em Mariana, Minas Gerais, mobiliza o Grande ABC. Jovens empresários do setor de transportes de cargas iniciam campanha para coletar doações de água, enquanto jipeiros viajam hoje para levar as 70 toneladas de itens, entre alimentos, roupas e outros, arrecadadas em uma semana.

Conforme o diretor do Sindicato dos Transportadores de Carga do Grande ABC, Vinícius Rodrigues Fernandes, até dez carretas sairão no dia 5 de dezembro para levar o precioso recurso ao local da tragédia. “O movimento foi organizado por grupo de empresários integrantes das comissões de jovens dos sindicatos da Capital e do Grande ABC.”

Na região, são dois postos de arrecadação: no Setrans (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do ABC) – Avenida Conde Francisco Matarazzo, 838, bairro Fundação, São Caetano – e na Box Academia/Crossfit 198 – Rua Padre Manoel de Paiva, 198, bairro Jardim, Santo André.

Já os jipeiros sairão às 4h de hoje com 20 jipes e três carretas carregadas. “Recolhemos utensílios de cozinha, água, cesta básica, leite, roupas para crianças e adultos, sapato, ração para cachorro, fraldas e artigos de cama, mesa e banho”, diz um dos fundadores do grupo Amigos Trolleiros de São Bernardo, Tiago Miorin. Segundo ele, há possibilidade de realizar outras viagens. As doações são recolhidas no galpão da JVM, na Estrada dos Casa, 2.103, em São Bernardo.

RESSARCIMENTO

A União e os Estados de Minas Gerais e Espírito Santo vão requerer na Justiça ressarcimento dos bens destruídos pela tragédia. Grupo de trabalho se reuniu ontem com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, para definir estratégia jurídica a fim de captar fundos destinados à recuperação dos danos. Além disso, o Ifes (Instituto Federal do Espírito Santo) integra iniciativa de constituição de banco genético da fauna aquática nativa do Rio Doce, visando a recuperação do meio atingido pela lama. (com Estadão Conteúdo) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;