Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Hipopotassemia - Dr. Leo Kahn

Também chamada de hipocalemia, é um distúrbio eletrolítico...


Leo Kahn

24/07/2015 | 07:00


Também chamada de hipocalemia, é um distúrbio eletrolítico que ocorre quando os níveis de potássio presentes na corrente sanguínea baixam. Esse elemento químico é essencial ao organismo, uma vez que está relacionado com a contração muscular, atividade dos nervos, transporte de substâncias para o interior da célula, pressão osmótica, entre outras funções.

Uma de suas atividades que merecem destaque é a transmissão do impulso nervoso. Casos graves podem evoluir para paralisia, colocando o paciente em risco de vida. A hipopotassemia também pode causar batimentos cardíacos irregulares e diversos danos aos rins.

Sendo definidos pelos níveis séricos de K+ inferiores a 3,3 mEq/l (miliequivalentes por litro). Níveis menores que 2,8 mEq/l geralmente requerem tratamento imediato, acometendo cerca de 40% dos pacientes adultos recém-internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Fatores de Risco:

- Ingestão insuficiente;

- Vômitos e diarreia;

- Perdas urinárias;

- Alcoolismo;

- Uso excessivo de laxantes;

- Uso de diuréticos e corticoides;

- Insuficiência renal crônica;

- Diabetes descompensada;

- Sudorese excessiva;

- Deficiência de ácido fólico;

- Anorexia e bulimia;

- Síndromes de Cushing, Fanconi, Liddle e Bartter;

- Hiperaldosteronismo primário;

- Deficiência de magnésio.

Sinais e Sintomas:

- Disritmias;

- Cansaço e fraqueza;

- Câimbras;

- Redução de força muscular;

- Náuseas e vômitos;

- Diarreias;

- Constipação;

- Rabdomiólise;

- Paralisia.

O diagnóstico será realizado pelo médico por meio do histórico e exame físico, podendo solicitar exame de sangue para analisar a quantidade de potássio presente na corrente sanguínea. Na maioria das vezes só este exame basta para confirmar o diagnóstico, no entanto, a hipocalemia pode ser um sintoma de algum problema mais grave, por isso, outros exames podem ser necessários, como gasometria arterial, painel metabólico e ECG.

Saiba mais:

- O potássio é um eletrólito fundamental para o funcionamento adequado das células nervosas e dos músculos, especialmente as células do músculo cardíaco.

- A hipopotassemia leve é diagnosticada quando os níveis estão maiores que 2,8 mEq/L. Nesse caso, ela caracteriza-se por ser assintomática ou levar o paciente à fraqueza, redução da força muscular, mal-estar e vômitos.

- Quando o nível de potássio está muito baixo, inferior a 2,5 mmol/L, a pessoa requer atendimento médico urgente, pois sua vida pode estar em risco.

- Alimentos ricos em potássio: abacate, banana, cereais, carnes, cenoura, figo seco, kiwi, leite, laranja, ervilhas, feijão, algas marinhas, espinafre, tomates e germe de trigo.

- O uso cuidadoso de diuréticos pode ajudar a prevenir hipocalemia.

- Se este for um problema decorrente de outro, a prevenção também depende da causa subjacente à baixa quantidade de potássio na corrente sanguínea.

- A excreção do potássio se dá basicamente pelo rim (90%), sendo pequena a quantidade eliminada pelas fezes (5 a 10 mEq/dia) e pelo suor (0 a 10 mEq/dia).

- Apenas nos casos em que a taxa de filtração glomerular está substancialmente comprometida (menor que 30%), a eliminação fecal ganha maior importância.

- A hipomagnesemia é um achado relativamente frequente em pacientes com hipocalemia, sendo encontrado em 40% dos casos.

- Quando os níveis de potássio sérico caem muito, o paciente começa a apresentar problemas cardíacos, como arritmia, que podem levá-lo à morte. Procure um médico.

* Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hipopotassemia - Dr. Leo Kahn

Também chamada de hipocalemia, é um distúrbio eletrolítico...

Leo Kahn

24/07/2015 | 07:00


Também chamada de hipocalemia, é um distúrbio eletrolítico que ocorre quando os níveis de potássio presentes na corrente sanguínea baixam. Esse elemento químico é essencial ao organismo, uma vez que está relacionado com a contração muscular, atividade dos nervos, transporte de substâncias para o interior da célula, pressão osmótica, entre outras funções.

Uma de suas atividades que merecem destaque é a transmissão do impulso nervoso. Casos graves podem evoluir para paralisia, colocando o paciente em risco de vida. A hipopotassemia também pode causar batimentos cardíacos irregulares e diversos danos aos rins.

Sendo definidos pelos níveis séricos de K+ inferiores a 3,3 mEq/l (miliequivalentes por litro). Níveis menores que 2,8 mEq/l geralmente requerem tratamento imediato, acometendo cerca de 40% dos pacientes adultos recém-internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Fatores de Risco:

- Ingestão insuficiente;

- Vômitos e diarreia;

- Perdas urinárias;

- Alcoolismo;

- Uso excessivo de laxantes;

- Uso de diuréticos e corticoides;

- Insuficiência renal crônica;

- Diabetes descompensada;

- Sudorese excessiva;

- Deficiência de ácido fólico;

- Anorexia e bulimia;

- Síndromes de Cushing, Fanconi, Liddle e Bartter;

- Hiperaldosteronismo primário;

- Deficiência de magnésio.

Sinais e Sintomas:

- Disritmias;

- Cansaço e fraqueza;

- Câimbras;

- Redução de força muscular;

- Náuseas e vômitos;

- Diarreias;

- Constipação;

- Rabdomiólise;

- Paralisia.

O diagnóstico será realizado pelo médico por meio do histórico e exame físico, podendo solicitar exame de sangue para analisar a quantidade de potássio presente na corrente sanguínea. Na maioria das vezes só este exame basta para confirmar o diagnóstico, no entanto, a hipocalemia pode ser um sintoma de algum problema mais grave, por isso, outros exames podem ser necessários, como gasometria arterial, painel metabólico e ECG.

Saiba mais:

- O potássio é um eletrólito fundamental para o funcionamento adequado das células nervosas e dos músculos, especialmente as células do músculo cardíaco.

- A hipopotassemia leve é diagnosticada quando os níveis estão maiores que 2,8 mEq/L. Nesse caso, ela caracteriza-se por ser assintomática ou levar o paciente à fraqueza, redução da força muscular, mal-estar e vômitos.

- Quando o nível de potássio está muito baixo, inferior a 2,5 mmol/L, a pessoa requer atendimento médico urgente, pois sua vida pode estar em risco.

- Alimentos ricos em potássio: abacate, banana, cereais, carnes, cenoura, figo seco, kiwi, leite, laranja, ervilhas, feijão, algas marinhas, espinafre, tomates e germe de trigo.

- O uso cuidadoso de diuréticos pode ajudar a prevenir hipocalemia.

- Se este for um problema decorrente de outro, a prevenção também depende da causa subjacente à baixa quantidade de potássio na corrente sanguínea.

- A excreção do potássio se dá basicamente pelo rim (90%), sendo pequena a quantidade eliminada pelas fezes (5 a 10 mEq/dia) e pelo suor (0 a 10 mEq/dia).

- Apenas nos casos em que a taxa de filtração glomerular está substancialmente comprometida (menor que 30%), a eliminação fecal ganha maior importância.

- A hipomagnesemia é um achado relativamente frequente em pacientes com hipocalemia, sendo encontrado em 40% dos casos.

- Quando os níveis de potássio sérico caem muito, o paciente começa a apresentar problemas cardíacos, como arritmia, que podem levá-lo à morte. Procure um médico.

* Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;