Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Chico, Ausa, reencontros...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

06/06/2015 | 07:00


Chico Buarque em Santo André no início de carreira, ainda como aluno de arquitetura na FAU, meio século atrás. Repercutem as matérias, que levam a cenários como a Ausa (Associação dos Universitários de Santo André.

O arquiteto Euclides Rocco, o Tidinho, escreveu ao amigo Claudio Ferraz de Oliveira Alvarenga, ex-Ausa e que foi chefe da Casa Civil do governo do Estado, tempo do governador Fleury, mostrando as memórias aqui publicadas.

Alvarenga – Sensacional. Grandes recordações. Zira (Alzira Fragoso) e eu estamos sempre falando do encontro com o Chico, que você e a Ausa propiciaram. Você se lembra das músicas que ele cantou? Existe alguma gravação? Meus filhos vibraram com a foto do Chico quase menino.

Na ocasião, o presidente da Ausa era o Rui Granziera. Ainda com relação à Ausa, o último presidente, antes da minha saída de Santo André, foi o Hélcio Veronesi (talvez 64). Se bem recordo, estudava na Poli e morava no prédio da Drogasil. Era, sem dúvida, gente muito boa.

A Marília – sempre alegre, lembro bem – também só traz boas lembranças.

Tidinho - Fiquei feliz com o interesse de seus filhos por aquele show da Ausa. Não lembro quais as músicas o Chico cantou nesse dia, mas envio gravações de músicas que, nessa época, ele cantava no ‘Sambafo’, na sede do Grêmio, no porão do prédio da FAU – ‘sam’, de samba, e ‘bafo’ porque rodavam garrafas de... chá. Chico frequentou o curso entre 1963 e 1965 (neste ano, pouco apareceu).

A gravação com a Maricenne Costa é de 1964 e, segundo consta, foi a única que, na escola, chamávamos de “marchinha subversiva” – ‘Eu quero ver um dia, numa só canção, o pobre e o rico andando mão em mão...’.

O primeiro LP do Chico, de 1966, trás essas duas músicas: “Show de um carnaval” e “Pedro Pedreiro”. O show (em Santo André) foi no comecinho de janeiro de 1965.

NOTA – A Marília citada, Marília Galluzi, depois Pastore, também fez parte da diretoria da Ausa, até o golpe de 64.

Marília – Tinha a Inajá, Ana Maria Cardoso Franco, Alael, Dárcio, Ruy, o Alvarenga (hoje juiz), o Arnaldo (que sumiu, mistério!). Tenho várias fotos. Seria legal vê-las.


Diário há 30 anos

Quinta-feira, 6 de junho de 1985 – ano 28, nº 5844

MANCHETE – Grevistas da Saúde decidem boicotar campanha antipolio no dia 15.

PRESERVAÇÃO – Governador Franco Montoro assina hoje o tombamento da Serra do Mar.

MAUÁ – Prefeito Leonel Damo propõe a extensão do trólebus a Mauá. E sugere a eliminação do ramal previsto para interligar o Paço de São Bernardo ao final da Avenida Faria Lima. O Metrô é contra e insiste na criação do terminal Ferrazópolis.

News Seller há 50 anos

Domingo, 6 de junho de 1965 – ano 8, nº 370

MANCHETE – Reclassificação dada ao Samdu representa desfavoravelmente na Câmara. O Ministério do Trabalho passou o Samdu de Santo André do tipo A para o B.

Nota – O Serviço de Assistência Médica e Domiciliar (Samdu) foi criado em 1950 no governo Dutra.

EMPRESARIADO – Associação Comercial e Industrial de Santo André fundou o Clube Comercial e adquiriu o prédio Cavalo Branco no início da Avenida Dom Pedro II. Ali instalará sede própria.

Hoje

Dia Nacional do Teste do Pezinho

Nas Ondas do Rádio

VIAGEM NO TEMPO. Internet: www.viagemnotempo.net. Música, notícias e história. Produção e apresentação: Marcelo Lopes Duarte, diretamente do Jardim Alvorada, Santo André.

ESTADÃO FM (92,9). Estadão Acervo.
Geraldo Nunes informa e comenta sobre as atrações do seu programa:
A trajetória de vida e a música de Nara Leão, a musa da Música Popular Brasileira, que partiu em 8-6-1989 aos 47 anos.

Há 71 anos acontecia o desembarque das tropas aliadas na Normandia. O fato é lembrado como o Dia D porque significou a reação dos países aliados que iriam libertar a França e todo o restante da Europa das forças nazistas de Adolf Hitler.

O rádio-escuta Ulysses Galletti pesquisou o assunto e conta como o aviso chegou aos franceses, surpreendendo os nazistas. Foi através do código Morse contido em uma sinfonia de Beethoven.
Ulysses Galletti apresenta essa gravação ao nosso programa.

Também mostramos os dirigíveis Zepelins, assíduos frequentadores dos céus brasileiros por sete anos, entre 1930 e 1937. Uma exposição de fotos e um livro comemorativo estão sendo lançados em Recife, conforme destaca o curador da mostra, Jobson Figueiredo, em entrevista ao jornalista Vinicius França.

Por fim, Marylin Monroe. A atriz americana faria aniversário em 1º de junho. Vamos mostrar uma biografia sua e ouvir canções de seus filmes. As interpretações são dela, de Frank Sinatra e Elton John.
Hoje, às 6h e 14h; amanhã, às 7h.

RADIO ABC (1570). Causas Nobres. Em pauta, as entidades benemerentes do Grande ABC. Produção e apresentação: Antonio Dalto. Hoje, às 10h.

BANDEIRANTES AM (840) e FM (90,9). Milton Parron enumera o script do seu ‘Memória’:
Vamos apresentar um programa da Rádio Bandeirantes que foi ao ar em 25-9-1989, comandado pelo radialista Ferreira Martins, em homenagem ao Dia do Rádio.

Do programa participaram Murilo Antunes Alves, José Carlos de Moraes (o repórter Tico-Tico), Bahia Filho e outros.

A audição é fartamente ilustrada com matérias produzidas pelos aludidos profissionais nos seus tempos de atuação.
Amanhã, às 5h, com reprise numa das madrugadas seguintes.


Em 6 de junho de...

1915 – João Baptista de Lima transfere sua farmácia, em São Caetano, ao farmacêutico Décio de Matos.
A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘novo raid de dirigíveis alemães à Inglaterra’.

1930 – Movimento policial em maio na região: alvaras de divertimentos públicos, 7; de bailes, 10; multas aplicadas a jogadores de bicho, 4; carceragens, 7; automóveis registrados, 54; prisões efetuadas, 29.
Movimento político: o presidente eleito do Brasil, Júlio Prestes, viaja de navio aos Estados Unidos.

1950 – Claudio Antonio Bonicio nasce na Linha Jurubatuba, hoje bairro Assunção, São Bernardo. Saudoso amigo da escolinha do Luiz Casa, do Iracema Munhoz e do Colégio Menino Jesus.

1955 – Falece, em São Paulo, Wallace Cochrane Simonsen, líder autonomista de São Bernardo e seu primeiro prefeito, em 1945, quando da recuperação da autonomia municipal.

Reaberta a venda de lotes no Jardim Aclimação, em Santo André.

1965 – Falece o monsenhor Aleksandras Venacio Arminas, primeiro vigário de Mauá. Seu corpo foi sepultado no Cemitério da Saudade, em Vila Vitória.


Santos do dia

Nossa Senhora Menina. Século 17. Barro cozido e policromado. Proveniente da Igreja Matriz de Santana de Parnaiba.

Imagem faz parte da exposição “Barro Paulista: a tradição bandeirante do imaginário em barro cozido”. Em cartaz no Museu de Arte Sacra, Capital (Avenida Tiradentes, 676,
bairro da Luz).
Curador: Dalton Sala

Norberto

Marcelino Champagnat

Paulina 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;