Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Chehade vence e se põe como rival do PT e Aidan

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-vereador assume PSDB de Sto.André, com apoio de Morando, e não fecha portas a Paulinho Serra


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

01/06/2015 | 07:00


O ex-vereador Marcelo Chehade confirmou o favoritismo e foi eleito ontem presidente do PSDB de Santo André, em mandato para os próximos dois anos.

Com apoio do deputado estadual Orlando Morando e de outros integrantes do tucanato local, Chehade viu o único concorrente da disputa, o ex-dirigente de Mauá José Antônio Acemel, o Espanhol, desistir do páreo momentos antes da deliberação das chapas, contrariando o que disse recentemente. “Democracia é assim. Eu tentei e espero que o Chehade faça um excelente trabalho. Vamos estar unidos”, justificou o derrotado.

O processo se deu em sucessão a Ricardo Torres, que em segundo mandato não pôde concorrer à outra reeleição.

O formato, realizado na sede da Câmara, previa escolha por voto entre os 100 delegados da legenda, que foram definidos em eleições no dia 17. Cerca de 60 compareceram e foram unânimes em aclamar o ex-parlamentar como novo líder.

Vencedor, Chehade, médico de 47 anos, fez discurso garantindo voo solo na eleição do ano que vem, descartando fazer composição com o ex-prefeito Aidan Ravin (PSB) no embate contra o PT, que tentará reeleição de Carlos Grana.

“O partido tem amplas condições de trabalhar por candidatura própria e esse será o meu trabalho. Quero o apoio de todos e unificação para conseguirmos eleger o primeiro prefeito tucano em Santo André”, enfatizou, sem descartar possível união com o Secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos de Santo André, Paulinho Serra (PSD). “Todos são bem-vindos para compor projeto”, despistou. Junto com o ex-parlamentar, foram eleitos Fernando Gomes (vice-presidente), Antônio Carlos Fernandes (tesoureiro), Elzira Taíra (vogal) e Pedro Bottaro (2º vogal).

Exaltado com resultado, Morando alfinetou. “Queríamos ver disputa aqui. Para presenciarmos massacre.” Na sequência, revelou que uma das primeiras captações do tucanato envolve o ex-deputado federal Duílio Pisaneschi (sem partido). “O Duílio não estava querendo política, mas ficou animado com esse processo.” O parlamentar estadual ainda destacou que 2016 o partido fará história. “O PT precisa ser varrido. E não só por ser o PT, mas por tudo que está retrocedendo no País. Vamos chegar com força. O PSDB está com um grande time na região.”

Prestigiaram a eleição, o coordenador regional, Márcio Canuto, o vereador e presidente em São Caetano, Beto Vidoski e o líder de governo em Diadema, Atevaldo Leitão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;