Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dois recordes são quebrados no Troféu Brasil de Natação


Christiane Ferreira
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

03/05/2003 | 20:14


O Troféu Brasil de Natação, última seletiva para o Mundial na Espanha e para o Pan-Americano de São Domingos, teve boas performances sábado.

Dois recordes antigos foram superados. Nos 1,5 mil m livre, Poliana Okimoto (Unisanta) fez o tempo de 16m53s36 e quebrou a marca de 16m55s79, conquistada por Patrícia Amorim há 14 anos. Nos 800m, Felipe May venceu com 8m10s19, melhorou o tempo do nadador do Flamengo Luiz Lima, 8m11s92, de 1994.

Monique Ferreira estabeleceu o recorde do campeonato ao vencer o 200m borboleta, com 2m14s83; no masculino, a vitória ficou com Kaio Márcio, com o tempo de 2m00s36, seguido por Pedro Monteiro, 2m00s54.

Eduardo Fischer ficou com o título de campeão brasileiro nos 50m peito, com o tempo de 28s71; no feminino, a vencedora foi Juliana Marangoni Marin, com o tempo 33s75. Nos revezamentos 4x100 m medley, a vitória ficou com as equipes da Unisanta e do Pinheiros, feminino e masculino, respectivamente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dois recordes são quebrados no Troféu Brasil de Natação

Christiane Ferreira
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

03/05/2003 | 20:14


O Troféu Brasil de Natação, última seletiva para o Mundial na Espanha e para o Pan-Americano de São Domingos, teve boas performances sábado.

Dois recordes antigos foram superados. Nos 1,5 mil m livre, Poliana Okimoto (Unisanta) fez o tempo de 16m53s36 e quebrou a marca de 16m55s79, conquistada por Patrícia Amorim há 14 anos. Nos 800m, Felipe May venceu com 8m10s19, melhorou o tempo do nadador do Flamengo Luiz Lima, 8m11s92, de 1994.

Monique Ferreira estabeleceu o recorde do campeonato ao vencer o 200m borboleta, com 2m14s83; no masculino, a vitória ficou com Kaio Márcio, com o tempo de 2m00s36, seguido por Pedro Monteiro, 2m00s54.

Eduardo Fischer ficou com o título de campeão brasileiro nos 50m peito, com o tempo de 28s71; no feminino, a vencedora foi Juliana Marangoni Marin, com o tempo 33s75. Nos revezamentos 4x100 m medley, a vitória ficou com as equipes da Unisanta e do Pinheiros, feminino e masculino, respectivamente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;