Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Donisete e Atila se reúnem amanhã

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de Mauá afirma que irá tratar sobre a PPP da Sama, mas eleição pode surgir na pauta


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

24/03/2015 | 07:00


O prefeito de Mauá, Donisete Braga (PT), se reúne amanhã com o deputado estadual Atila Jacomussi (PCdoB) e o vereador Admir Jacomussi (PRP). O encontro ocorre em meio à discussão sobre o posicionamento do comunista para a eleição de 2016. Porém, segundo o chefe do Executivo, a pauta será a suspensão pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) da licitação para PPP (Parceria Público-Privada) da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá).

Donisete intensificou, desde o começo do mês, conversas com Atila para cobrar apoio ao seu projeto de reeleição para 2016. Chegou perto de organizar entrevista coletiva no Paço para o clã formalizar a posição para o pleito. Mas, na sexta-feira, o petista esteve com Jacomussi e os bastidores da política municipal chegaram a especular eventual rompimento, algo que o petista nega.

“Tenho conversado com todos os vereadores. Com o Admir mais, porque ele tem indicação na Sama (o superintendente Paulo Sérgio Pereira, PRP). A intenção é tocar a cidade de maneira positiva para a população. Qualquer outro tema de divergência nós iremos dirimir”, declarou Donisete Braga.

Atila chegou a dizer que, para declarar apoio à reeleição de Donisete, teria de “repactuar” pauta de compromissos com série de intervenções no município, lista que teria sido acertada ainda em 2012, quando ele, na condição de terceiro colocado na eleição para prefeito concorrendo pelo PPS, apoiou o petista no segundo turno conta a deputada estadual Vanessa Damo (PMDB).

“Todos os compromissos estão sendo cumpridos. Cedemos o controle da Sama, ele entrou no PCdoB e foi eleito deputado estadual. Isso não estava no pacote, mas ocorreu. É positivo para a cidade, ele tem o dever de contribuir com o governo”, comentou Donisete.

Firmar aliança com o clã Jacomussi é peça-chave no planejamento eleitoral do governo. Antes do grupo, Donisete amarrou apoio ao projeto de reeleição com o PTdoB e PPS, dois partidos que pretendiam lançar nomes a prefeito.

SAMA
A expectativa do prefeito é que a PPP da Sama seja liberada pelo TCE nos próximos dias. A determinação para suspender o edital completou um mês ontem. “O prazo comum para elucidar questionamentos a licitações é de 30 dias. Estamos otimistas por uma resposta positiva, mas se não ocorrer vamos tocar o barco”, considerou Donisete.

O principal questionamento ao certame partiu da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), que teme que a PPP possa impedir o pagamento da dívida da autarquia com a entidade, de cerca de R$ 2 bilhões. A parceria prevê entregar a concessão do serviço de distribuição de água ao setor privado por 30 anos, que terá de cumprir investimento de R$ 153 milhões para reformar e ampliar a rede atual, que apresenta perda de água de 46%.

Atila não retornou aos contatos do Diário para comentar o caso. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;