Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Karen Jonz mostra que é fera também em moda


Caroline Ropero
Especial para o Diário

13/03/2011 | 07:00


Quem acha que skate não tem nada a ver com moda está enganado. A campeã Karen Jonz, 26 anos, de Santo André, virou estilista sem abrir mão do esporte. Vencedora do X-Games (mais importante campeonato mundial de esportes radicais) de 2008 e eleita a skatista do ano em 2006 e 2007, ela continua encarando as pistas, enquanto exercita seu lado vaidoso.

Com a ajuda de um amigo empresário, está criando a marca Monstra Maçã para oferecer à turma que curte o esporte calcinhas, pijamas e camisetas femininas e masculinas. Em abril, lança mochilas para lap top com desenhos e modelos produzidos por ela (confira parte do seu trabalho no www.monstramaca.com.br). "Encontro inspiração nas músicas, grafites e mangás para pintar quadros e criar as estampas."

A ideia de inventar as próprias roupas é antiga, desde que começou a andar de skate. "Minha calcinha sempre aparecia, e naquela época só existiam modelos de criança, de velhinhas ou os muito vulgares." Então, decidiu fazer com o seu estilo. "Comprava tecido, cortava, colocava desenhos bem diferentes, só não costurava."

Nas pistas, na sua opinião, não há nada melhor do que os bermudões largos, mas as meninas não precisam ficar com jeito de menino. Basta ser criativa e adaptar as peças, sem abrir mão do conforto. "Já cheguei em campeonato com vestido e na hora de competir troquei de roupa. Curto vestido com tênis."

 

MUSA INSPIRADORA - O jeito irreverente da campeã tem seguidores. De tanto andar com os meninos e frequentar as pistas, Karen Moreira, 17, também de Santo André, usava roupas parecidas com as deles, não tinha muita vaidade. "Estava sempre com roupas bem largas e boné."

Aos poucos, resolveu mudar e começar a criar estilo próprio. "Passei a me arrumar um pouco mais, usar batom e ficar mais feminina." Agora, acredita que a moda tem tudo a ver com o skate. "Não dá para ficar toda largada. Tem de usar um anel e ter estilo."

 

CAMPEONATO - Domingo (20), das 9h às 18h, tem Festival Feminino de Skate Super Street no Parque da Juventude (entre as avenidas Faria Lima e Armando Ítalo Setti, em frente ao Paço Municipal), em São Bernardo. Podem participar garotas de todas as idades nas categorias 1 e 2. As inscrições devem ser feitas na hora. Como são apenas 40 vagas, é importante chegar às 9h para poder participar. Está confirmada a presença de skatistas de outros Estados. E a partir das 14h, o público pode conferir o Festival de Reggae no parque, com a apresentação de bandas da região. O evento é gratuito.

 

DICAS

Karen Jonz dá dicas para as meninas que curtem o esporte e fazem questão de manter o estilo. Para começar, tem que ser diferente. "Cada um tem sua própria cabeça. Não é legal copiar e usar o que o outro já usa."

Criatividade nunca é demais. Crie roupas do jeito que você tem vontade de usar. Se curte o colorido, mas não quer ser comparada ao estilo Restart, faça diferente. Use calças mais largas e em outros tons. Seja original e deixe tudo com a sua cara.

Além de bonita, é preciso estar confortável. Para andar de skate, o ideal é usar roupas largas. Se o medo é ficar com cara de menino, abuse dos acessórios para ficar mais feminina. "Como sou superfã de relógio, às vezes uso dois ou três juntos no pulso. Uso muito boné e adoro colar, pulseira e anéis diferentes, como aqueles grandes de plástico com glitter."

É legal é inovar sempre. Quando perceber que a galera começou a imitá-la, impressione e invente mais ainda. "Se começo a usar uma coisa e vejo que tem gente usando também, penso em algo diferente. Assim nunca fico igual aos outros."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Karen Jonz mostra que é fera também em moda

Caroline Ropero
Especial para o Diário

13/03/2011 | 07:00


Quem acha que skate não tem nada a ver com moda está enganado. A campeã Karen Jonz, 26 anos, de Santo André, virou estilista sem abrir mão do esporte. Vencedora do X-Games (mais importante campeonato mundial de esportes radicais) de 2008 e eleita a skatista do ano em 2006 e 2007, ela continua encarando as pistas, enquanto exercita seu lado vaidoso.

Com a ajuda de um amigo empresário, está criando a marca Monstra Maçã para oferecer à turma que curte o esporte calcinhas, pijamas e camisetas femininas e masculinas. Em abril, lança mochilas para lap top com desenhos e modelos produzidos por ela (confira parte do seu trabalho no www.monstramaca.com.br). "Encontro inspiração nas músicas, grafites e mangás para pintar quadros e criar as estampas."

A ideia de inventar as próprias roupas é antiga, desde que começou a andar de skate. "Minha calcinha sempre aparecia, e naquela época só existiam modelos de criança, de velhinhas ou os muito vulgares." Então, decidiu fazer com o seu estilo. "Comprava tecido, cortava, colocava desenhos bem diferentes, só não costurava."

Nas pistas, na sua opinião, não há nada melhor do que os bermudões largos, mas as meninas não precisam ficar com jeito de menino. Basta ser criativa e adaptar as peças, sem abrir mão do conforto. "Já cheguei em campeonato com vestido e na hora de competir troquei de roupa. Curto vestido com tênis."

 

MUSA INSPIRADORA - O jeito irreverente da campeã tem seguidores. De tanto andar com os meninos e frequentar as pistas, Karen Moreira, 17, também de Santo André, usava roupas parecidas com as deles, não tinha muita vaidade. "Estava sempre com roupas bem largas e boné."

Aos poucos, resolveu mudar e começar a criar estilo próprio. "Passei a me arrumar um pouco mais, usar batom e ficar mais feminina." Agora, acredita que a moda tem tudo a ver com o skate. "Não dá para ficar toda largada. Tem de usar um anel e ter estilo."

 

CAMPEONATO - Domingo (20), das 9h às 18h, tem Festival Feminino de Skate Super Street no Parque da Juventude (entre as avenidas Faria Lima e Armando Ítalo Setti, em frente ao Paço Municipal), em São Bernardo. Podem participar garotas de todas as idades nas categorias 1 e 2. As inscrições devem ser feitas na hora. Como são apenas 40 vagas, é importante chegar às 9h para poder participar. Está confirmada a presença de skatistas de outros Estados. E a partir das 14h, o público pode conferir o Festival de Reggae no parque, com a apresentação de bandas da região. O evento é gratuito.

 

DICAS

Karen Jonz dá dicas para as meninas que curtem o esporte e fazem questão de manter o estilo. Para começar, tem que ser diferente. "Cada um tem sua própria cabeça. Não é legal copiar e usar o que o outro já usa."

Criatividade nunca é demais. Crie roupas do jeito que você tem vontade de usar. Se curte o colorido, mas não quer ser comparada ao estilo Restart, faça diferente. Use calças mais largas e em outros tons. Seja original e deixe tudo com a sua cara.

Além de bonita, é preciso estar confortável. Para andar de skate, o ideal é usar roupas largas. Se o medo é ficar com cara de menino, abuse dos acessórios para ficar mais feminina. "Como sou superfã de relógio, às vezes uso dois ou três juntos no pulso. Uso muito boné e adoro colar, pulseira e anéis diferentes, como aqueles grandes de plástico com glitter."

É legal é inovar sempre. Quando perceber que a galera começou a imitá-la, impressione e invente mais ainda. "Se começo a usar uma coisa e vejo que tem gente usando também, penso em algo diferente. Assim nunca fico igual aos outros."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;