Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

MP pede prisão preventiva do dono do grupo Petroforte


Do Diário OnLine

11/02/2004 | 18:20


O Ministério Público Federal solicitou, mais uma vez, a prisão preventiva do empresário Ari Natalino, dono do grupo Petroforte. Ele é acusado pelo MP de sonegação fiscal e de lesar os cofres públicos em até R$ 400 milhões. Sua ex-esposa, Aparecida Pessuto da Silva, e a secretária também foram denunciadas.

Natalino é considerado o maior adulterador de combustíveis do Brasil. Ele teve seu 'esquema' investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Narcotráfico e na CPI do Roubo de Carga.

O empresário também responde por processo de suborno. Ele teria pago a policiais para ser libertado quando foi preso, no ano passado. No entanto, ele ficou detido apenas seis meses, tempo necessário para conseguir um habeas-corpus junto à Justiça. Ari Natalino está cumprindo pena domiciliar.

Com informações do EPTV



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;