Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Petrix vira aposta do salto no Mundial

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bianca Daga
Especial para o Diário

04/10/2010 | 07:35


A cidade de São Caetano estará bem representada em Roterdã, na Holanda, onde a Seleção Brasileira Masculina de Ginástica Artística disputará o Mundial entre os dias 16 e 24. Dos sete atletas que concorrem às seis vagas de titulares na equipe nacional, três são da cidade do Grande ABC e um deles, Petrix Barbosa, terá mais responsabilidades neste ano.

Com Diego Hypolito afastado por lesão, o jovem de 18 anos passa a ser a esperança de notas altas no salto. "A responsabilidade da equipe dobrou e a minha mais ainda, porque agora preciso ir melhor no salto. Não tem como ir tão bem quanto ele (Diego) iria, mas tenho de chegar o mais perto possível. É inevitável dizer que o grupo fica mais fraco sem ele", avaliou Petrix.

No entanto, um dos técnicos da Seleção, Marcos Goto - que também é de São Caetano -, foi categórico ao afastar qualquer cobrança extra por conta da ausência do bicampeão mundial. "Ninguém vai cobrá-los mais ou menos. A responsabilidade que cada um tem de ir lá e fazer o seu melhor continua a mesma", alertou.

O desempenho individual será fundamental para garantir boa performance brasileira por equipe. Afinal, somente os 24 países mais bem colocados na classificação geral continuam na briga por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Acertar será palavra de ordem na Seleção.

"O objetivo é a nota por equipe acima de qualquer coisa. Todos precisam estar em um dia bom para fazer suas séries sem errar. Senão, acabou o sonho da Olimpíada", completou o treinador.

Para Petrix, o Mundial terá também outro gostinho especial. "Como estou voltando de lesão, a competição vai ser sinônimo de superação. Quando machuquei o pé, pensei como seria se eu não conseguisse disputar. Mas eu não podia deixar a peteca cair, tinha que estar 100% e estou", garantiu, referindo-se à fratura no tornozelo que o deixou afastado das competições de julho a setembro.

Sérgio Sasaki e Francisco Barreto são os outros ginastas de São Caetano. A Seleção treina em Madri e embarca para Roterdã no dia 10.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;