Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema inicia obra de revitalização do Terminal Eldorado

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Maior parte da área de 12 mil metros
quadrados será transformada em parque


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

12/06/2014 | 07:00


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV) assinou ontem o contrato com a concessionária MobiBrasil para revitalização da área hoje ocupada pelo Terminal Eldorado. A empresa, que opera 15 das 27 linhas de ônibus municipais, irá arcar com 100% do valor das obras, orçadas em R$ 1,2 milhão. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados hoje e concluídos até o fim do ano.

O terreno, de aproximadamente 12 mil metros quadrados, fica situado em APP (Área de Proteção Permanente). Por esse motivo, a maior parte do espaço será transformada em praça ambiental, com pista de caminhada, academia ao ar livre e quadra esportiva. Parte da vegetação será mantida em área restrita ao público, medida adotada para facilitar a conservação. Também será feito parque linear e a previsão é que 875 mudas sejam plantadas.

Das quatro baias para embarque e desembarque de passageiros, apenas uma será mantida. Outro abrigo para ônibus ficará localizado na Rua Presidente Prudente – em frente ao terminal –, onde já existe ponto de parada.

O secretário de Transportes, José Carlos Gonçalves, garante que não haverá prejuízos aos usuários. “Todas as cinco linhas que hoje passam por lá continuarão atendendo normalmente. A diferença é que, ao invés de parar no local, os coletivos apenas passarão por lá”, explica. Ainda não foi definida a localização do novo ponto final. Estão sendo estudadas alternativas na Rua Baleia e na Avenida Eldorado.

Gonçalves salienta que o investimento será feito pela concessionária devido a uma cláusula do contrato – assinado em novembro de 2011 – que previa a revitalização do espaço como meio de compensação ao município.

O terminal foi construído em 2001 e, desde o ano seguinte, foi alvo de briga entre a Prefeitura e o Ministério Público. A Viação Imigrantes – que operou parte das linhas municipais até 2011 – chegou a assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a Promotoria com objetivo de solucionar os problemas ambientais do local. Mesmo assim, o Executivo não possuía licença da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para fazer intervenções. Segundo o prefeito, o licenciamento foi emitido na sexta-feira.

Devido ao impasse, o terminal não recebia, há anos, qualquer tipo de melhoria. A área está abandonada, com abrigos sem cobertura, problemas de sinalização e buracos em calçadas.

Lauro ainda negocia com o Ministério Público a permanência de 30 famílias que residem ao lado do futuro parque e que precisariam ser desapropriadas. “Vamos tentar mantê-las lá e regularizar a situação delas.”

ABRIGOS

A Prefeitura deve iniciar no primeiro semestre do ano que vem a substituição de todos os pontos e abrigos de ônibus da cidade. O objetivo é padronizar os locais de parada e colocar cobertura nos lugares onde o espaço permitir esse tipo de intervenção. Segundo Gonçalves, o município estuda parcerias com a iniciativa privada em troca de exploração publicitária. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diadema inicia obra de revitalização do Terminal Eldorado

Maior parte da área de 12 mil metros
quadrados será transformada em parque

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

12/06/2014 | 07:00


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV) assinou ontem o contrato com a concessionária MobiBrasil para revitalização da área hoje ocupada pelo Terminal Eldorado. A empresa, que opera 15 das 27 linhas de ônibus municipais, irá arcar com 100% do valor das obras, orçadas em R$ 1,2 milhão. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados hoje e concluídos até o fim do ano.

O terreno, de aproximadamente 12 mil metros quadrados, fica situado em APP (Área de Proteção Permanente). Por esse motivo, a maior parte do espaço será transformada em praça ambiental, com pista de caminhada, academia ao ar livre e quadra esportiva. Parte da vegetação será mantida em área restrita ao público, medida adotada para facilitar a conservação. Também será feito parque linear e a previsão é que 875 mudas sejam plantadas.

Das quatro baias para embarque e desembarque de passageiros, apenas uma será mantida. Outro abrigo para ônibus ficará localizado na Rua Presidente Prudente – em frente ao terminal –, onde já existe ponto de parada.

O secretário de Transportes, José Carlos Gonçalves, garante que não haverá prejuízos aos usuários. “Todas as cinco linhas que hoje passam por lá continuarão atendendo normalmente. A diferença é que, ao invés de parar no local, os coletivos apenas passarão por lá”, explica. Ainda não foi definida a localização do novo ponto final. Estão sendo estudadas alternativas na Rua Baleia e na Avenida Eldorado.

Gonçalves salienta que o investimento será feito pela concessionária devido a uma cláusula do contrato – assinado em novembro de 2011 – que previa a revitalização do espaço como meio de compensação ao município.

O terminal foi construído em 2001 e, desde o ano seguinte, foi alvo de briga entre a Prefeitura e o Ministério Público. A Viação Imigrantes – que operou parte das linhas municipais até 2011 – chegou a assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a Promotoria com objetivo de solucionar os problemas ambientais do local. Mesmo assim, o Executivo não possuía licença da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para fazer intervenções. Segundo o prefeito, o licenciamento foi emitido na sexta-feira.

Devido ao impasse, o terminal não recebia, há anos, qualquer tipo de melhoria. A área está abandonada, com abrigos sem cobertura, problemas de sinalização e buracos em calçadas.

Lauro ainda negocia com o Ministério Público a permanência de 30 famílias que residem ao lado do futuro parque e que precisariam ser desapropriadas. “Vamos tentar mantê-las lá e regularizar a situação delas.”

ABRIGOS

A Prefeitura deve iniciar no primeiro semestre do ano que vem a substituição de todos os pontos e abrigos de ônibus da cidade. O objetivo é padronizar os locais de parada e colocar cobertura nos lugares onde o espaço permitir esse tipo de intervenção. Segundo Gonçalves, o município estuda parcerias com a iniciativa privada em troca de exploração publicitária. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;