Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano vai ‘na retranca’ contra Ourinhos


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

27/01/2006 | 08:30


Na retranca, o Limpol/ São Caetano tenta nesta sexta se igualar ao Fio/ Pão de Açúcar/ Ourinhos na decisão (melhor de cinco jogos) do Campeonato Nacional de Basquete Feminino. As duas equipes se enfrentam às 20h30 (Sportv), no ginásio Monstrinho, no interior. As representantes de Ourinhos venceram a primeira, no último domingo, por 71 a 52. O terceiro jogo da série será domingo, às 13h, no ginásio Joaquim Cambaúva Rabello.

Para evitar um novo tropeço, o técnico Norberto Borracha pede paciência a suas jogadoras. A intenção é trocar passes o maior tempo possível e arremessar somente na certeza dos pontos, uma espécie de retranca do futebol. Durante a semana, o treinador exigiu muito das pivôs Maristela, Eliane, Simone e Leão, já que o trabalho no garrafão será fundamental.

Entre as jogadoras, a ordem é esquecer a derrota na primeira partida. “Nossa motivação de lutar pelo título não diminuiu nem um pouco”, garante Maristela, capitã e mais experiente do grupo, com 35 anos.

Além da questão técnica, Borracha aposta na condição física, já que na primeira partida a equipe de São Caetano tinha acabado de voltar de Recife, onde jogou duas vezes seguidas contra o Sport, pelas semifinais. “Viemos de uma semana desgastante, com dois jogos difíceis e tensos. Depois, enfrentamos uma viagem de ônibus de cerca de 800 km de ida e volta para Ourinhos praticamente sem descanso. Desta vez, pudemos chegar com antecedência. Se corrigirmos os erros, vamos fazer um jogo mais equilibrado”, garante.

Justiça – A CBB (Confederação Brasileira de Basquete) acatou quinta a liminar da juíza Maria Luíza Niederauer, da 46ª Vara Cível do Rio de Janeiro, que obriga a entidade a incluir, em 48h, Araraquara, Casa Branca, Limeira, Rio de Janeiro, São José dos Pinhais e Ulbra/Mogi no Nacional Masculino.

O advogado da CBB, João Carlos Gomes Ferreira, promete entrar com recurso na terça-feira. “Nós ainda temos recurso que será julgado. Quero ver se esses times vão entrar mesmo, porque eu duvido que eles tenham elenco para disputar duas competições ao mesmo tempo. Só pode ser coisa do ridículo do Oscar”, ironizou o advogado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano vai ‘na retranca’ contra Ourinhos

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

27/01/2006 | 08:30


Na retranca, o Limpol/ São Caetano tenta nesta sexta se igualar ao Fio/ Pão de Açúcar/ Ourinhos na decisão (melhor de cinco jogos) do Campeonato Nacional de Basquete Feminino. As duas equipes se enfrentam às 20h30 (Sportv), no ginásio Monstrinho, no interior. As representantes de Ourinhos venceram a primeira, no último domingo, por 71 a 52. O terceiro jogo da série será domingo, às 13h, no ginásio Joaquim Cambaúva Rabello.

Para evitar um novo tropeço, o técnico Norberto Borracha pede paciência a suas jogadoras. A intenção é trocar passes o maior tempo possível e arremessar somente na certeza dos pontos, uma espécie de retranca do futebol. Durante a semana, o treinador exigiu muito das pivôs Maristela, Eliane, Simone e Leão, já que o trabalho no garrafão será fundamental.

Entre as jogadoras, a ordem é esquecer a derrota na primeira partida. “Nossa motivação de lutar pelo título não diminuiu nem um pouco”, garante Maristela, capitã e mais experiente do grupo, com 35 anos.

Além da questão técnica, Borracha aposta na condição física, já que na primeira partida a equipe de São Caetano tinha acabado de voltar de Recife, onde jogou duas vezes seguidas contra o Sport, pelas semifinais. “Viemos de uma semana desgastante, com dois jogos difíceis e tensos. Depois, enfrentamos uma viagem de ônibus de cerca de 800 km de ida e volta para Ourinhos praticamente sem descanso. Desta vez, pudemos chegar com antecedência. Se corrigirmos os erros, vamos fazer um jogo mais equilibrado”, garante.

Justiça – A CBB (Confederação Brasileira de Basquete) acatou quinta a liminar da juíza Maria Luíza Niederauer, da 46ª Vara Cível do Rio de Janeiro, que obriga a entidade a incluir, em 48h, Araraquara, Casa Branca, Limeira, Rio de Janeiro, São José dos Pinhais e Ulbra/Mogi no Nacional Masculino.

O advogado da CBB, João Carlos Gomes Ferreira, promete entrar com recurso na terça-feira. “Nós ainda temos recurso que será julgado. Quero ver se esses times vão entrar mesmo, porque eu duvido que eles tenham elenco para disputar duas competições ao mesmo tempo. Só pode ser coisa do ridículo do Oscar”, ironizou o advogado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;