Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Só três prefeitos do ABC tiram férias pós-festas


Miriam Gimenes
Especial para o Diário

27/12/2005 | 09:04


Janeiro é o mês preferido para férias de grande parte dos brasileiros. E, para alguns prefeitos do Grande ABC, não será diferente. João Avamileno (PT), de Santo André, e William Dib (PSB), de São Bernardo, escolheram janeiro para descansar. Clóvis Volpi (PV), prefeito de Ribeirão Pires, prefere fevereiro, mês de seu aniversário. Não pensam em férias, porém, os chefes do Executivo de São Caetano (José Auricchio Júnior-PTB), Diadema (José de Filippi Júnior-PT), Rio Grande da Serra (Adler Kiko Teixeira-PSDB) e Mauá (Leonel Damo-PV).

Avamileno disse que vai se ausentar da Prefeitura entre 2 e 12 de janeiro. "Vou para o interior de São Paulo, visitar parentes da minha mulher (Ana Avamileno) e os meus, em Guaxupé e Agudos." Quem deverá assumir a cadeira na administração é a vice-prefeita Ivete Garcia. "Este mês será tranqüilo, porque é começo do ano", disse Avamileno. Para ele, Ivete deverá ficar apenas com a responsabilidade de assinar e encaminhar documentos.

O prefeito disse ainda que em outras oportunidades a vice já assumiu o cargo e "deu conta do recado". "Como 2006 é um ano eleitoral, vou aproveitar para descansar no início, já que os trabalhos devem se multiplicar." Segundo ele, o ano que passou foi trabalhoso, porém positivo. "Conseguimos diversas realizações, como dois centros educacionais e a UFABC. Vou descansar um pouco para voltar a todo vapor".

Dib informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que deverá tirar férias do dia 13 ao dia 28 de fevereiro, sem divulgar onde deverá ficar. Quem assumirá a administração nesse período é o vice-prefeito José Roberto de Melo.

Fevereiro – Volpi pretende tirar 15 dias de férias, mas só em fevereiro. "Quero fazer todos os meus pedidos em janeiro, como de obras para as quais precisamos abrir licitação. Janeiro é um bom mês para trabalhar", disse. Para ele, fevereiro é a melhor opção. "Porque é meu aniversário e da minha mulher", explicou.

Volpi pretende viajar durante sete dias, ao Nordeste para "pegar uma praia". "Pretendo ficar cinco dias em Maceió e o restante em Natal". Esta vai ser a primeira vez que o vice-prefeito e secretário de Saúde, Jorge Mitidiero, terá de assumir a Prefeitura. "Vou passar a batuta para ele, que é vivo e sabe trabalhar", disse o prefeito. Como não descansa desde a época das eleições, em novembro do ano passado, quando ficou três dias no Guarujá, quando voltar de viagem, Volpi pretende ficar cinco dias em casa. "Fazendo a limpeza", brincou.

Sem parar – O prefeito de Mauá, Leonel Damo, não pretende tirar férias no próximo ano. Passada a turbulência dos 14 meses de imbróglio político na cidade, o recém-diplomado, que assumiu em 6 de dezembro a administração, deverá contar com o próximo mês para por ordem na casa.

Kiko também não quer parar, "para não perder o ritmo" e poder estar à frente da Prefeitura em casos de urgência. "Como estamos em época de chuvas, temos de ficar com a defesa civil atenta". Segundo ele, se sair do município será apenas aos finais de semana. "Estou em ritmo acelerado, por causa da revitalização do centro. Não pretendo agora me ausentar do município", garantiu. Auricchio e Filippi também informaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que não deverão tirar férias no próximo ano.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;