Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Leão e Parreira estão na mira do Timão


Das Agências

14/08/2006 | 08:12



O tetracampeão mundial Carlos Alberto Parreira e o atual comandante do São Caetano, Emerson Leão, são os nomes mais cotados para substituir o técnico Geninho, que pediu demissão do Corinthians após a derrota de sábado para o Figueirense por 3 a 1, no Pacaembu. Ambos encaixam-se no perfil desejado pela diretoria do clube, que pretende contar com um treinador de peso para tirar o alvinegro da lanterna do Campeonato Brasileiro.

Ter um técnico renomado também é o desejo da parceira MSI. Em março, após a demissão de Antônio Lopes, o presidente da parceira, Kia Joorabchian, efetivou o auxiliar Ademar Braga com o objetivo de contratar um treinador experiente e vitorioso após a Copa do Mundo. Assim, o plano deve ser retomado agora.

Com passagem bem-sucedida pelo alvinegro em 2002, Parreira sempre se refere ao clube com muito carinho quando indagado sobre o assunto. Campeão do torneio Rio-São Paulo, da Copa do Brasil e vice-campeão brasileiro, o técnico foi cogitado para assumir a seleção da África do Sul, anfitriã da próxima Copa do Mundo, em 2010, mas deve recusar o convite. Já Leão teve seu nome cogitado quando da demissão de Ademar Braga. Na época, ele estava desempregado, mas não houve acerto com o atual treinador do Azulão.

Apesar das especulações, os homens-fortes do Corinthians, Joorabchian e o presidente do clube, Alberto Dualib, não se manifestaram sobre o assunto até o início da noite de domingo. Ao final do jogo, ainda nos vestiários do estádio do Pacaembu, o diretor de Futebol, Edvar Simões, evitou nomear possíveis candidatos à vaga. “Ainda não temos nada planejado. Eu me reporto a meus superiores. Como não falei com eles, não faz sentido adiantar contratações”, despistou.

Seja qual for o nome escolhido, o novo treinador não terá vida fácil no Corinthians. A começar pelos números. O atual campeão brasileiro soma apenas 13 pontos ganhos em 16 partidas disputadas. A equipe, emocionalmente instável, já teve seis comandantes desde o início da parceria com a MSI, no fim de 2004. Além de Geninho, também passaram pelo clube Tite, Daniel Passarella, Márcio Bittencourt, Antônio Lopes e Ademar Braga.

Desfalques – Para o confronto com o Fluminense, quarta-feira, o volante Marcelo Mattos e o zagueiro Sebá desfalcam o Corinthians. O primeiro levou um cartão amarelo e outro vermelho contra o Figueirense, e desfalca a equipe também contra o Botafogo no domingo. Já o argentino foi expulso após reclamar da marcação do pênalti que resultou no segundo gol dos catarinenses.

Em contrapartida, o meia Rosinei deve estar à disposição no fim de semana, pois está recuperado de contusão. Já os recém-contratados Bruno (goleiro) e Nadson (atacante) devem aguardar liberação da CBF para jogar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;