Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vitão curte fase após gols que Pelé não fez

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-zagueiro, volante do Azulão marcou dois gols seguidos do meio de campo pelo Paulista Sub-20


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

01/10/2021 | 00:01


Até pouco tempo atrás, Vitor Ferezin, o Vitão, era o xerife da zaga das categorias de base do São Caetano. Recentemente, porém, ganhou oportunidade como volante. Mas foi há duas semanas que a carreira do jovem paulista de 19 anos mudou. Afinal, em dois jogos consecutivos pelo Paulista sub-20 ele marcou gols do meio de campo, lances que viralizaram nas redes sociais e repentinamente trouxeram fama ao jogador do Azulão.

O primeiro dos chamados “gols que Pelé não fez” foi no Estádio Anacleto Campanella, no triunfo por 3 a 0 contra o EC São Bernardo. Já o segundo, como ironia do destino, foi marcado justamente no CT Rei Pelé, uma semana depois, na vitória por 3 a 1 sobre o Santos.

“Esse termo ‘gol que Pelé não fez’ só existe porque alguém tentou um dia e foi ele, que é gênio. Fico até meio assim de falar que fiz o gol que ele não fez. Ele sempre será o Rei, que inspirou e inspira muita gente a jogar. Inclusive torço pela melhora dele (esteve internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo para retirada de um tumor no cólon, seguirá fazendo quimioterapia e recebeu alta ontem). Mas fiquei muito feliz, nem me toquei na hora, os caras que depois comentaram comigo”, afirmou o meio-campista azulino.

Bastante humilde, Vitão falou sobre a ocasionalidade dos lances. “Não tinha esse costume de fazer gols, atuava como zagueiro, então era mais difícil ainda. Consegui a vaga de volante agora. Fui muito feliz nos lances e, o mais importante, consegui ajudar a equipe. Foi uma raridade. Já havia tentado, mas nunca tinha pegado tão bem. Não era habituado. Acabei de mudar o estilo de jogo, agora piso mais na área, mas lances como aqueles são inusitados”, admitiu Vitão, que virou celebridade. “Parecia até meu aniversário. Pessoal fala que acordei famoso. A internet estava inflamando, a TNT postou o vídeo (no Instagram) e teve quase 800 mil visualizações. Foi algo muito inusitado na minha vida, muito diferente a sensação, todo mundo me marcando, família e amigos, mas muito bom poder dar orgulho a eles, a quem acreditou em mim”, concluiu.

Ontem, o Azulão perdeu da a Portuguesa Santista: 2 a 1. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;