Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ucrânia: pesquisas de boca-de-urna dão vitória para pró-ocidentais


Da AFP

30/09/2007 | 17:40


As forças do presidente da Ucrânia, o pró-ocidental Viktor Yushenko, conseguiram uma vitória apertada nas eleições legislativas deste domingo, segundo duas pesquisas de boca-de-urna que lhes atribui 44,9 e 45,7% dos votos.

Os partidos pró-russos, ou seja, o Partido das Regiões, do primeiro-ministro Viktor Yanukovich, e os Comunistas, aliados do atual governo, obtiveram, por sua parte, entre 34,5% e 39,6% dos votos.

Esses dados foram divulgados logo após o fechamento dos colégios eleitorais na ex-república soviética, e mostram como o partido de Yushenko, Nossa Ucrânia, e o Bloco de Yulia Tymoshenko, ex-primeira-ministra, se impuseram por uma estreita margem ao premiê Yanukovich.

A participação nas eleições legislativas superou os 50% na maioria dos distritos eleitorais do país. A participação média foi de 57,3% em 163 dos 225 distritos do país, quando faltavam duas horas para o fechamento das seções, informou a Comissão Eleitoral Central.

Eleições- Os colégios eleitorais abriram suas portas às 7h (local) neste domingo na Ucrânia, para eleições legislativas que trazem a esperança de estabilidade ao país, após várias crises políticas.

Cerca de 37 milhões de eleitores estão convocados para eleger o novo Parlamento, no caso da Ucrânia uma assembléia unicameral com 450 cadeiras.

Embora haja 20 partidos na disputa, apenas três com certeza conseguirão atingir os 3% exigidos para entrar no Parlamento.

Ontem, o presidente pró-ocidental da Ucrânia, Viktor Yushenko, pediu a seus compatriotas que acabem com o "caos" atual no país e façam uma "escolha sábia entre o passado e as mudanças".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;