Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Pierre nega conversa com o Vasco


Das Agências

10/12/2010 | 07:07


A temporada das especulações está aberta. No Palmeiras não é diferente. Ontem, o volante Pierre, desmentiu que esteja se despedindo do Palestra Itália para defender o Vasco na próxima temporada.

O jogador deixou bem claro que sua intenção é continuar com a camisa alviverde. Lamentando ter sofrido algumas lesões na temporada de 2009, o meio-campo espera se reapresentar com os demais jogadores no dia 4, quando o time paulista volta de férias.

"Foi um dos anos mais difíceis em termos pessoais. Um problema muito grande na sola do pé, que me prejudicou muito. Fiquei surpreso com essa notícia do Vasco. Ninguém falou comigo, nem meu empresário, nem o Palmeiras. Estou acostumado com São Paulo e espero jogar ano que vem", afirmou o jogador.

Apesar de negar ter recebido proposta do clube carioca, o jogador não descartou deixar o Verdão.

Segundo Pierre, apesar de sua vontade, como é profissional e o mercado é rotativo, se surgir uma boa proposta, para ele e o clube, pode deixar o Palestra Itália.

"Digo que meu futuro só a Deus pertence. Vamos esperar. Se houver uma conversa, um acerto, sou profissional e minha vontade é apenas de jogar", complementou o atleta.

O Vasco continua a buscar um jogador para a parte defensiva do meio-campo. Desde a saída de Nilton, com uma lesão no joelho, nenhum atleta conseguiu se firmar.

Fellipe Bastos chegou a agradar o técnico PC Gusmão, mas acabou se machucando durante o Campeonato Brasileiro e Jumar não caiu nas graças da torcida.

A contratação também serviria para preencher uma lacuna após a saída de Rafael Carioca, que voltou ao futebol russo.

Pierre ainda se recusou a fazer algum comentário sobre uma hipotética transferência para o Vasco. "O Palmeiras é o meu único foco no momento."

 

Verdão deve renovar por R$ 18 milhões com a Adidas

O Palmeiras está perto de anunciar a prorrogação de contrato com a Adidas. A fornecedora de material esportivo tem vínculo com o clube até o fim de 2011, mas a ideia é ficar até o centenário alviverde, em 2014.

A diretoria está empolgada e fala que este será o maior contrato entre os clubes no Brasil - o acordo pode chegar a R$ 18 milhões anuais. Atualmente, o Palmeiras recebe cerca de R$ 9 milhões por ano.

Já o fragmentado cenário político do Palmeiras ganhou mais uma parte. A eleição no clube terá um quarto candidato. Depois de Arnaldo Tirone, da oposição, Salvador Hugo Palaia e Paulo Nobre, que dividem os votos da situação, é a vez do movimento Vanguarda Verde lançar seu pretendente à presidência. O grupo, que foi bastante atuante nos anos 1970

e 1980, terá Sérgio Pellegrini, um dos fundadores da Mancha Verde, encabeçando sua chapa.

A intenção não é disputar o pleito para levar o cargo, mas sim marcar posição como uma nova opção política nos bastidores. (da AE)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;