Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Chuva de sábado deixou três mortos na região


Emerson Coelho
Raquel de Medeiros
Do Diário

08/02/2009 | 07:00


Uma forte tempestade deixou três vítimas e causou vários pontos de alagamento em Santo André, São Bernardo, Diadema e São Caetano no fim da tarde de ontem.

Em São Bernardo, um homem morreu depois de perder o controle do veículo que conduzia e cair na Represa Billings. O acidente ocorreu na altura do Km 28 da Via Anchieta, no Riacho Grande.

Segundo a Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, testemunhas relataram que o homem entrou no retorno e não teria concluído a curva, passando direto em direção à represa. O motorista era o único ocupante do veículo.

Outra região bastante afetada na cidade foi a Vila Vivaldi. Uma obra na Rua Aguapés para desvio do trânsito que flui da Avenida Senador Vergueiro no sentido Rudge Ramos teria provocado o rebaixamento das casas, que acabaram alagadas pela chuva de ontem.

"Sempre encheu por aqui, mas a água nunca havia chegado a este nível. O que mais me desespera é ver que a Prefeitura, mesmo com todas essas complicações, ainda pretende dar continuidade a essa obra, que acabou com a nossa vida. Já estreitaram as calçadas, elevaram o nível da rua (o que causou o rebaixamento das residências) e não vi nenhum resultado no sistema de drenagem que eles disseram que iam fazer", reclama a dona de casa Maria Odete Giardino, 38 anos, que viu a água tomar conta do Ford Ka 2009 que estava na garagem.

Segundo a assessoria de Comunicação da Prefeitura, a obra é "herança" da gestão passada, e já houve uma primeira consulta pública em janeiro a fim de discutir com a população a melhor saída para o problema.

A Rodovia Anchieta ficou alagada nos dois sentidos devido ao transbordamento do Ribeirão dos Couros, na altura do Km 13. A Ecovias teve de fazer um desvio no Km 16.

No bairro Jordanópolis, a rua em que Esmerinda Pereira, 59 anos, mora não enchia desde 1982. Ontem, a dona de casa viu a água subir até a cintura.

"Tivemos de ficar em cima do sofá para fugir da água." Segundo Esmerinda, a causa pode ser o asfaltamento da Rua Vitor Meirelles, que antes era toda de paralelepípedo. "Ela foi asfaltada e ficou acima do nível das casas", afirma.

SANTO ANDRÉ - Na área externa do Terminal Leste de Santo André, dois homens ainda não-identificados morreram eletrocutados. Um deles, de 20 anos, encostou num poste metálico, tomou o choque e caiu de bruços na água da enchente. Um senhor de cerca de 50 anos tentou salvá-lo e sofreu o mesmo acidente.

Ambas as vítimas tiveram parada cardiorrespiratória e, segundo o Corpo de Bombeiros, morreram. A Eletropaulo desligou toda a rede do local para fazer um levantamento do acontecido.

No Bairro Bom Pastor, as casas ficaram inundadas. "Já liguei no Semasa, na Defesa Civil, mas ninguém vem aqui. A última vez em que o bairro alagou, eles haviam esquecido de abrir o piscinão. E acho que esqueceram de novo desta vez. Na Avenida Bom Pastor tem gente com a água até o peito. Meu carro está boiando na rua. Nunca vi nada assim", diz Claudete Gomes Andrade Cerchiari, 44, moradora da Rua Tapuias.

Na Vila Vitória, a família de Patrícia Monteiro também sofreu com a enchente de ontem. "A nossa rua ficou alagada e um carro foi arrastado pela água." Além disso, a auxiliar de coleta contou que a água ajudou a abrir um grande buraco na Rua Nossa Senhora de Lourdes.

"Ele é enorme, de fora a fora. Nenhum carro passa na rua". Segundo a jovem, coincidentemente, uma reforma teria sido finalizada nesta semana com o objetivo de combater uma possível enchente. E no Estádio Bruno Daniel, a água tomou conta dos vestiários e o jogo teve de ser adiado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chuva de sábado deixou três mortos na região

Emerson Coelho
Raquel de Medeiros
Do Diário

08/02/2009 | 07:00


Uma forte tempestade deixou três vítimas e causou vários pontos de alagamento em Santo André, São Bernardo, Diadema e São Caetano no fim da tarde de ontem.

Em São Bernardo, um homem morreu depois de perder o controle do veículo que conduzia e cair na Represa Billings. O acidente ocorreu na altura do Km 28 da Via Anchieta, no Riacho Grande.

Segundo a Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, testemunhas relataram que o homem entrou no retorno e não teria concluído a curva, passando direto em direção à represa. O motorista era o único ocupante do veículo.

Outra região bastante afetada na cidade foi a Vila Vivaldi. Uma obra na Rua Aguapés para desvio do trânsito que flui da Avenida Senador Vergueiro no sentido Rudge Ramos teria provocado o rebaixamento das casas, que acabaram alagadas pela chuva de ontem.

"Sempre encheu por aqui, mas a água nunca havia chegado a este nível. O que mais me desespera é ver que a Prefeitura, mesmo com todas essas complicações, ainda pretende dar continuidade a essa obra, que acabou com a nossa vida. Já estreitaram as calçadas, elevaram o nível da rua (o que causou o rebaixamento das residências) e não vi nenhum resultado no sistema de drenagem que eles disseram que iam fazer", reclama a dona de casa Maria Odete Giardino, 38 anos, que viu a água tomar conta do Ford Ka 2009 que estava na garagem.

Segundo a assessoria de Comunicação da Prefeitura, a obra é "herança" da gestão passada, e já houve uma primeira consulta pública em janeiro a fim de discutir com a população a melhor saída para o problema.

A Rodovia Anchieta ficou alagada nos dois sentidos devido ao transbordamento do Ribeirão dos Couros, na altura do Km 13. A Ecovias teve de fazer um desvio no Km 16.

No bairro Jordanópolis, a rua em que Esmerinda Pereira, 59 anos, mora não enchia desde 1982. Ontem, a dona de casa viu a água subir até a cintura.

"Tivemos de ficar em cima do sofá para fugir da água." Segundo Esmerinda, a causa pode ser o asfaltamento da Rua Vitor Meirelles, que antes era toda de paralelepípedo. "Ela foi asfaltada e ficou acima do nível das casas", afirma.

SANTO ANDRÉ - Na área externa do Terminal Leste de Santo André, dois homens ainda não-identificados morreram eletrocutados. Um deles, de 20 anos, encostou num poste metálico, tomou o choque e caiu de bruços na água da enchente. Um senhor de cerca de 50 anos tentou salvá-lo e sofreu o mesmo acidente.

Ambas as vítimas tiveram parada cardiorrespiratória e, segundo o Corpo de Bombeiros, morreram. A Eletropaulo desligou toda a rede do local para fazer um levantamento do acontecido.

No Bairro Bom Pastor, as casas ficaram inundadas. "Já liguei no Semasa, na Defesa Civil, mas ninguém vem aqui. A última vez em que o bairro alagou, eles haviam esquecido de abrir o piscinão. E acho que esqueceram de novo desta vez. Na Avenida Bom Pastor tem gente com a água até o peito. Meu carro está boiando na rua. Nunca vi nada assim", diz Claudete Gomes Andrade Cerchiari, 44, moradora da Rua Tapuias.

Na Vila Vitória, a família de Patrícia Monteiro também sofreu com a enchente de ontem. "A nossa rua ficou alagada e um carro foi arrastado pela água." Além disso, a auxiliar de coleta contou que a água ajudou a abrir um grande buraco na Rua Nossa Senhora de Lourdes.

"Ele é enorme, de fora a fora. Nenhum carro passa na rua". Segundo a jovem, coincidentemente, uma reforma teria sido finalizada nesta semana com o objetivo de combater uma possível enchente. E no Estádio Bruno Daniel, a água tomou conta dos vestiários e o jogo teve de ser adiado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;