Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Recapeamento causa lentidão na Av. Humberto de Campos

A via está parcialmente interditada


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

05/07/2012 | 07:00


O recapeamento da Avenida Humberto de Campos tem provocado lentidão no deslocamento entre Mauá e Ribeirão Pires. A via está parcialmente interditada e, em alguns trechos, os motoristas têm à disposição apenas uma faixa de rolamento em cada sentido. Os bloqueios tiveram início nesta semana.

O trecho em que a pista sentido Centro de Ribeirão Pires está totalmente bloqueada, de cerca de 300 metros, tem início na entrada do município e vai até a Companhia Brasileira de Cartuchos. A interdição provoca fila de aproximadamente dois quilômetros. A pista sentido Mauá também foi dividida nas proximidades da Rua José de Abreu Paulino, na Vila Suely.

Nos demais pontos, a via que dá acesso à região central de Ribeirão já teve o asfalto antigo retirado, mas está liberada para o tráfego. Os bloqueios avançarão conforme o andamento da obra.

Na tarde de ontem, a equipe do Diário demorou cerca de 25 minutos para percorrer trecho de 1,5 quilômetro em direção a Mauá. Em situações normais de trânsito, o percurso seria feito em cerca de três minutos. "Nos horários de pico, o povo demora 15 minutos só para passar do bloqueio", comenta o frentista Antônio Martins, 50 anos. Apesar do transtorno, ele avalia que a via necessitava passar pela manutenção. "Era uma buraqueira só", critica.

A Prefeitura de Ribeirão Pires informa que o serviço de fresagem - preparação da via para receber a nova camada de asfalto - começou em junho. A administração, no entanto, não divulgou prazos para finalização do serviço. Segundo o Executivo, a pavimentação terá, ao todo, cerca de 3,5 quilômetros, em ambos os sentidos. A obra faz parte de pacote assinado com o governo do Estado no valor de R$ 3,5 milhões, que também inclui o recapeamento das avenidas Capitão José Gallo e Santo André. Ao todo, serão 70 mil metros quadrados de asfalto.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Recapeamento causa lentidão na Av. Humberto de Campos

A via está parcialmente interditada

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

05/07/2012 | 07:00


O recapeamento da Avenida Humberto de Campos tem provocado lentidão no deslocamento entre Mauá e Ribeirão Pires. A via está parcialmente interditada e, em alguns trechos, os motoristas têm à disposição apenas uma faixa de rolamento em cada sentido. Os bloqueios tiveram início nesta semana.

O trecho em que a pista sentido Centro de Ribeirão Pires está totalmente bloqueada, de cerca de 300 metros, tem início na entrada do município e vai até a Companhia Brasileira de Cartuchos. A interdição provoca fila de aproximadamente dois quilômetros. A pista sentido Mauá também foi dividida nas proximidades da Rua José de Abreu Paulino, na Vila Suely.

Nos demais pontos, a via que dá acesso à região central de Ribeirão já teve o asfalto antigo retirado, mas está liberada para o tráfego. Os bloqueios avançarão conforme o andamento da obra.

Na tarde de ontem, a equipe do Diário demorou cerca de 25 minutos para percorrer trecho de 1,5 quilômetro em direção a Mauá. Em situações normais de trânsito, o percurso seria feito em cerca de três minutos. "Nos horários de pico, o povo demora 15 minutos só para passar do bloqueio", comenta o frentista Antônio Martins, 50 anos. Apesar do transtorno, ele avalia que a via necessitava passar pela manutenção. "Era uma buraqueira só", critica.

A Prefeitura de Ribeirão Pires informa que o serviço de fresagem - preparação da via para receber a nova camada de asfalto - começou em junho. A administração, no entanto, não divulgou prazos para finalização do serviço. Segundo o Executivo, a pavimentação terá, ao todo, cerca de 3,5 quilômetros, em ambos os sentidos. A obra faz parte de pacote assinado com o governo do Estado no valor de R$ 3,5 milhões, que também inclui o recapeamento das avenidas Capitão José Gallo e Santo André. Ao todo, serão 70 mil metros quadrados de asfalto.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;