Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Capital ambiental do Interior

Bauru será a capital ambiental do interior paulista a partir de hoje e até domingo com dois grandes eventos focados em sustentabilidade


Wilson Marini

14/06/2012 | 00:00


Bauru será a capital ambiental do interior paulista a partir de hoje e até domingo com dois grandes eventos focados em sustentabilidade - o Festieco 2012 (Festival de Tecnologia e Inteligência Ecológica) e a 3ª Fimab (Feira Integrada de Meio Ambiente de Bauru). O poder público e o setor privado somaram esforços com a intenção de marcar a cidade como referência em eventos direcionados à temática ecológica. Os eventos assumem importância ainda maior no momento em que o mundo todo está de olho no Brasil com a realização da Conferência Rio+20.

No duplo evento ambiental em Bauru será apresentado o que as empresas e instituições da cidade e região estão fazendo sobre meio ambiente, como controle de poluição e proteção à natureza. Além de dezenas de estandes, vídeos educativos, sorteios de prêmios e distribuição de brindes ecologicamente corretos, também serão oferecidas atividades culturais, gastronômicas e recreativas, como oficinas, feirinha ecológica, cozinha econômica do Sesi, apresentações musicais e restaurante.

Ainda acontecerão debates com autoridades, profissionais especializados e lideranças ambientais. Entre os palestrantes, destacam-se o presidente da Cetesb, engenheiro Otávio Okano, o presidente estadual do Sebrae, Bruno Caetano, os prefeitos Rodrigo Agostinho, de Bauru, e João Cury, de Botucatu, o diretor regional do SindusCon, Renato Parreira, o professor Jair Manfrinato, presidente do Câmpus da Unesp de Bauru, o capitão Hélio Palmezan, da ONG Mãe Natureza, Jaime Marques Rodrigues, da empresa Ecológica Látex, Adriana Melo, da ADN Biodiesel e Eliel Pacheco, diretor executivo do Fórum Pró-Batalha.

O Festieco/Fimab promete ser referência de conteúdo para os problemas ambientais, com legislação, tendências, propostas, soluções e novidades que estão mudando a abordagem das pessoas, empresas e instituições com relação ao assunto.

Entre as atrações do Festieco destacam-se, entre outros, a exposição de flores de produtores locais, a Unidade Móvel do Programa Alimente-se Bem do Sesi (Serviço Social da Indústria), que estimula consumo consciente com aproveitamento total de frutas, legumes e verduras; a presença do ônibus do projeto Educando Sobre as Águas da ONG Mãe Natureza, que propicia uma forma dinâmica de aprendizado e conscientização ambiental de crianças, jovens e adultos em relação ao uso racional da água; projetos de escolas estaduais integrantes do Circuito Ecológico Educativo; e expositores com produtos, serviços e novidades tecnológicas na área de meio ambiente e sustentabilidade.

A feira é promovida pela prefeitura e o festival é uma realização do Grupo Cidade - Jornal da Cidade e Rádio 96 FM. Em 2011, a Fimab foi incorporada como parte da programação do Festieco. Ambos os eventos acontecem de forma paralela e simultânea no Recinto de Exposições Mello de Moraes, conhecido parque onde também acontece a Grand Expo. A entrada é franca.

Desmatamento

Os requisitos para que municípios passem a integrar a lista com desmatamento monitorado e sob controle em 2012 foram estabelecidos pela Portaria 186/2012 publicada no Diário Oficial da Uniã de segunda-feira. A medida se refere aos municípios localizados no bioma Amazônia. As condições que passam a vigorar para este ano são: possuir 80% do território, excetuadas as unidades de conservação de domínio público e terras indígenas homologadas, com imóveis rurais devidamente monitorados por meio de CAR (Cadastro Ambiental Rural); registrar desmatamento em 2011 igual ou menor que 40 km²; e ter média de desmatamento dos períodos de 2009-2010 e 2010-2011 igual ou inferior a 60% em relação à média do período de 2006-2007, 2007-2008 e 2008-2009.

Trabalho infantil

No Brasil 4,2 milhões de crianças são afetadas pelo trabalho infantil segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho). No mundo estima-se que 215 milhões de crianças passam pelo problema. Na terça-feira, foi comemorado o dia do combate ao trabalho infantil. Pesquisas realizadas pela OIT revelam que a cada minuto uma criança sofre acidente de trabalho, doença ou traumas psicológicos, segundo a agência CNM.

Consumo

Os shoppings centers do Brasil recebem, diariamente, contingente de 11 milhões de consumidores que buscam produtos, lazer, serviços e alimentação, de acordo com estudo do Ibope, segundo o qual 79% dos clientes são das classes socioeconômicas A e B. Se somada a classe C1, o percentual sobe para 93%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Capital ambiental do Interior

Bauru será a capital ambiental do interior paulista a partir de hoje e até domingo com dois grandes eventos focados em sustentabilidade

Wilson Marini

14/06/2012 | 00:00


Bauru será a capital ambiental do interior paulista a partir de hoje e até domingo com dois grandes eventos focados em sustentabilidade - o Festieco 2012 (Festival de Tecnologia e Inteligência Ecológica) e a 3ª Fimab (Feira Integrada de Meio Ambiente de Bauru). O poder público e o setor privado somaram esforços com a intenção de marcar a cidade como referência em eventos direcionados à temática ecológica. Os eventos assumem importância ainda maior no momento em que o mundo todo está de olho no Brasil com a realização da Conferência Rio+20.

No duplo evento ambiental em Bauru será apresentado o que as empresas e instituições da cidade e região estão fazendo sobre meio ambiente, como controle de poluição e proteção à natureza. Além de dezenas de estandes, vídeos educativos, sorteios de prêmios e distribuição de brindes ecologicamente corretos, também serão oferecidas atividades culturais, gastronômicas e recreativas, como oficinas, feirinha ecológica, cozinha econômica do Sesi, apresentações musicais e restaurante.

Ainda acontecerão debates com autoridades, profissionais especializados e lideranças ambientais. Entre os palestrantes, destacam-se o presidente da Cetesb, engenheiro Otávio Okano, o presidente estadual do Sebrae, Bruno Caetano, os prefeitos Rodrigo Agostinho, de Bauru, e João Cury, de Botucatu, o diretor regional do SindusCon, Renato Parreira, o professor Jair Manfrinato, presidente do Câmpus da Unesp de Bauru, o capitão Hélio Palmezan, da ONG Mãe Natureza, Jaime Marques Rodrigues, da empresa Ecológica Látex, Adriana Melo, da ADN Biodiesel e Eliel Pacheco, diretor executivo do Fórum Pró-Batalha.

O Festieco/Fimab promete ser referência de conteúdo para os problemas ambientais, com legislação, tendências, propostas, soluções e novidades que estão mudando a abordagem das pessoas, empresas e instituições com relação ao assunto.

Entre as atrações do Festieco destacam-se, entre outros, a exposição de flores de produtores locais, a Unidade Móvel do Programa Alimente-se Bem do Sesi (Serviço Social da Indústria), que estimula consumo consciente com aproveitamento total de frutas, legumes e verduras; a presença do ônibus do projeto Educando Sobre as Águas da ONG Mãe Natureza, que propicia uma forma dinâmica de aprendizado e conscientização ambiental de crianças, jovens e adultos em relação ao uso racional da água; projetos de escolas estaduais integrantes do Circuito Ecológico Educativo; e expositores com produtos, serviços e novidades tecnológicas na área de meio ambiente e sustentabilidade.

A feira é promovida pela prefeitura e o festival é uma realização do Grupo Cidade - Jornal da Cidade e Rádio 96 FM. Em 2011, a Fimab foi incorporada como parte da programação do Festieco. Ambos os eventos acontecem de forma paralela e simultânea no Recinto de Exposições Mello de Moraes, conhecido parque onde também acontece a Grand Expo. A entrada é franca.

Desmatamento

Os requisitos para que municípios passem a integrar a lista com desmatamento monitorado e sob controle em 2012 foram estabelecidos pela Portaria 186/2012 publicada no Diário Oficial da Uniã de segunda-feira. A medida se refere aos municípios localizados no bioma Amazônia. As condições que passam a vigorar para este ano são: possuir 80% do território, excetuadas as unidades de conservação de domínio público e terras indígenas homologadas, com imóveis rurais devidamente monitorados por meio de CAR (Cadastro Ambiental Rural); registrar desmatamento em 2011 igual ou menor que 40 km²; e ter média de desmatamento dos períodos de 2009-2010 e 2010-2011 igual ou inferior a 60% em relação à média do período de 2006-2007, 2007-2008 e 2008-2009.

Trabalho infantil

No Brasil 4,2 milhões de crianças são afetadas pelo trabalho infantil segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho). No mundo estima-se que 215 milhões de crianças passam pelo problema. Na terça-feira, foi comemorado o dia do combate ao trabalho infantil. Pesquisas realizadas pela OIT revelam que a cada minuto uma criança sofre acidente de trabalho, doença ou traumas psicológicos, segundo a agência CNM.

Consumo

Os shoppings centers do Brasil recebem, diariamente, contingente de 11 milhões de consumidores que buscam produtos, lazer, serviços e alimentação, de acordo com estudo do Ibope, segundo o qual 79% dos clientes são das classes socioeconômicas A e B. Se somada a classe C1, o percentual sobe para 93%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;