Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santistas exaltam conquista sofrida

Jogadores exaltam qualidade do rival Audax e investimento na base; ‘paizão’, Dorival Júnior é elogiado por postura


Rodrigo Mozelli

09/05/2016 | 07:00


A conquista de um título é sempre exaltada por quem o ganha. O discurso do Santos, 22 vezes campeão paulista, não poderia ser diferente, com a maioria dos jogadores santistas dando crédito à equipe que, na opinião deles, era merecedora da vitória.
“Sim, a gente mereceu. O Audax teve personalidade. São poucos que vêm aqui e sabem tocar a bola. Tem de reconhecer o trabalho do (técnico Fernando) Diniz. Mas somos merecedores, merecíamos até a vitória lá em Osasco. Temos de comemorar muito, principalmente pela dificuldade do campeonato”, comemorou o goleiro Vanderlei.
Outro que discursou em linha parecida foi o são-bernardense Gabriel, que valorizou como o clube lida com os jovens. “O maior investimento do Santos é a base. Por isso mais uma vez somos campeões. Mais uma vez mostramos para todos os times do país que não precisa gastar dinheiro com grandes nomes. O Santos investe na base”, disse.
PAIZÃO
Dorival Júnior também foi ovacionado por seus comandados, como o zagueiro Gustavo Henrique. “Acho que ele é um paizão, nos dá conselhos, nos ajuda quando está complicado. De dentro de campo, sou suspeito para falar. Todo mundo sabe da qualidade dele”, afirmou.
O paizão – que chegou ao seu sexto título estadual da carreira – também falou sobre a atuação da equipe ao longo do campeonato e na final, admitindo erros e a proposta de esperar pelo Grêmio Audax em seu campo de defesa. “Jogamos diferente do que costumamos, então é natural que tenhamos tido dificuldades. Mas tinha convicção que as coisas dariam certo. Não acertamos o último passe em algumas situações”, analisou.

LUCAS LIMA
Com lesão no tornozelo sofrida na primeira final, disputada em Osasco, o meia santista Lucas Lima chegou a iniciar a partida de ontem, mas saiu aos 23 minutos sentindo novamente a perna e chorando. “Não chorei de dor. Tomei injeção para cortá-la. Chorei por não poder ajudar meus companheiros. A vontade (de jogar) era maior. A bota aperta muito no tornozelo, mas tentei. Dei uma arrancada e acabei sentindo, mas estou feliz”, revelou.

Frustração e orgulho resumem Audax
MÁRCIO DONIZETE
Especial para o Diário
esportes@dgabc.com.br

A campanha notável do Grêmio Audax no Paulistão de 2016 ficará para sempre na memória dos torcedores e da imprensa. Mesmo jogando bem e até pressionando em parte da partida, o balde de água fria: derrota por 1 a 0 para o Santos, ontem, na Vila Belmiro, e o vice-campeonato paulista, o que misturam frustração e orgulho ao mesmo tempo.
“A tristeza é muito grande pela perda, mas estou feliz por tudo o que aconteceu no campeonato, pela ascensão dos jogadores. O saldo é muito positivo. Queríamos muito ganhar, fizemos por onde. Mas a vida não é matemática e o futebol, muito menos”, declarou o técnico Fernando Diniz, que deixou seu legado no clube de Osasco com um método corajoso de valorização da posse de bola e polivalência dos jogadores.
“Acho que marcou (o estilo de jogo). Pelo que aconteceu, fica uma marca. O trabalho foi muito bom. O jogo de hoje (ontem) mostrou o que é o time e o que é possível fazer com um time de futebol”, explicou, arriscando-se a dizer que o time teria maior sucesso caso enfrentasse o Peixe outras vezes.
Diniz apontou as falhas dos osasquenses no jogo. “Faltou um pouco do que o time tem muito: audácia e improviso na frente para furar a linha do Santos. Mas tenho de perguntar aos deuses do futebol. O Santos escapou em uma chance que estávamos treinados para neutralizar”, justificou, sobre o gol de Ricardo Oliveira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;