Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

CBF cria comissão para avaliar árbitros e promete premiação aos melhores

Divulgação CBF Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/08/2016 | 00:32


Numa tentativa de amenizar as constantes críticas à qualidade da arbitragem brasileira, a CBF anunciou nesta segunda-feira a criação de uma comissão especial para avaliar os árbitros que vão apitar cada uma das 20 rodadas restantes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. A entidade promete uma premiação de R$ 500 mil aos melhores trios ao fim das competições.

"Queremos um grupo que analise os problemas de forma independente, avaliando e apontando soluções, aplicando medidas corretivas e, ao mesmo tempo, premiando aqueles que têm um bom desempenho. É necessário ressaltar que existe um processo de evolução na arbitragem brasileira e estas ações vêm ao encontro disso. Temos consciência que erros podem acontecer, mas o intuito é sempre agregar experiências para que o trabalho seja cada vez melhor e mais justo", explica o secretário-geral da CBF, Walter Feldman.

De acordo com a entidade, a comissão a ser formada será "independente" e será liderada pelo português Vitor Pereira, que já apitou duas Copas do Mundo. Também foi chefe da Comissão de Arbitragem da Federação Portuguesa por mais de dez anos. A comissão também contará com dois ex-árbitros brasileiros: José Roberto Wright e Cláudio Vinícius Cerdeira.

Eles darão notas para o desempenho dos árbitros a cada rodada. Estes números vão formar um ranking, a ser divulgado também a cada rodada. O grupo independente poderá impor punições aos juízes e assistentes que eventualmente cometerem erros e até indicá-los para programas de reciclagem.

Para que esta avaliação possa ser sistematizada, os jogos da Séries A e B terá a partir de agora trio de arbitragem fixos. Assim, será possível estabelecer notas e definir um ranking para que os melhores sejam premiados ao fim dos campeonatos. Os valores vão alcançar R$ 500 mil, segundo a CBF.

O ranking dos trios de arbitragem também será considerado na hora dos sorteios, respeitando também os jogos de clubes dos estados dos respectivos árbitros. A CBF não deu maiores detalhes de como vai funcionar este novo sorteio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CBF cria comissão para avaliar árbitros e promete premiação aos melhores


02/08/2016 | 00:32


Numa tentativa de amenizar as constantes críticas à qualidade da arbitragem brasileira, a CBF anunciou nesta segunda-feira a criação de uma comissão especial para avaliar os árbitros que vão apitar cada uma das 20 rodadas restantes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. A entidade promete uma premiação de R$ 500 mil aos melhores trios ao fim das competições.

"Queremos um grupo que analise os problemas de forma independente, avaliando e apontando soluções, aplicando medidas corretivas e, ao mesmo tempo, premiando aqueles que têm um bom desempenho. É necessário ressaltar que existe um processo de evolução na arbitragem brasileira e estas ações vêm ao encontro disso. Temos consciência que erros podem acontecer, mas o intuito é sempre agregar experiências para que o trabalho seja cada vez melhor e mais justo", explica o secretário-geral da CBF, Walter Feldman.

De acordo com a entidade, a comissão a ser formada será "independente" e será liderada pelo português Vitor Pereira, que já apitou duas Copas do Mundo. Também foi chefe da Comissão de Arbitragem da Federação Portuguesa por mais de dez anos. A comissão também contará com dois ex-árbitros brasileiros: José Roberto Wright e Cláudio Vinícius Cerdeira.

Eles darão notas para o desempenho dos árbitros a cada rodada. Estes números vão formar um ranking, a ser divulgado também a cada rodada. O grupo independente poderá impor punições aos juízes e assistentes que eventualmente cometerem erros e até indicá-los para programas de reciclagem.

Para que esta avaliação possa ser sistematizada, os jogos da Séries A e B terá a partir de agora trio de arbitragem fixos. Assim, será possível estabelecer notas e definir um ranking para que os melhores sejam premiados ao fim dos campeonatos. Os valores vão alcançar R$ 500 mil, segundo a CBF.

O ranking dos trios de arbitragem também será considerado na hora dos sorteios, respeitando também os jogos de clubes dos estados dos respectivos árbitros. A CBF não deu maiores detalhes de como vai funcionar este novo sorteio.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;