Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Elias Gomes narra a folia no Grande ABC há duas décadas


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

19/02/2009 | 07:00


O histórico dos avós apaixonados por samba fez com que o comerciante Elias Gomes, 55 anos, de Santo André, buscasse os barracões e fizesse parte das festas de Carnaval. Gomes já é um personagem tradicional na folia: a participação dele como mestre-de-cerimônias da festa já é famosa no Grande ABC e em São Paulo há duas décadas. Uma realidade bem diferente da que viveu nas ruas, onde morou por cerca de 10 anos.

Neste ano, Gomes fará a apresentação, no sábado, da escola Vai-Vai, na Capital. No dia seguinte, será o mestre-de-cerimônias em Santo André e, no domingo, de São Bernardo. "Quem tem essa função não basta gostar somente de samba. Tem que estudar a história da tradicional festa e conhecer os bastidores, como os trabalhos feitos por costureiros, bateria e músicos entre outros", orienta o mestre. "Na hora de apresentar, a pessoa tem ser imparcial", ressalta.

O locutor lembra que suas primeiras experiências foram em Mauá e em Santo André. Na primeira apresentação, ficou rouco logo que os desfiles começaram. "Fiquei desesperado. A voz sumiu de repente. Tive que colocar um amigo para narrar em meu lugar. Fiquei três dias sem conseguir falar direito."

Para Gomes. os desfiles de Carnaval não são apenas mostras de belas fantasias que retratam o enredo da agremiação, mas sim uma cultura desenvolve cidadania. "Quem convive nos barracões aprende a ter disciplina e respeitar a história de vida de cada um."

A realização de projetos sociais por parte das escolas de samba é uma ação necessária na opinião de Gomes, que nas palestas motivacionais que dá em empresas, sempre comenta sobre a importância do trabalho em equipe das escolas.

Cada ano em que apresenta o tradicional evento, Gomes faz questões elaborar um figurino novo. "A elegância é fator importante para um locutor de Carnaval", ensina. "Tenho vários blazers guardados. Já dei muitos de presente. Este ano, vou usar figurino branco em um desfile e, nos outros, um branco e preto", revela. Antes de entrar na avenida, oração e exercícios de voz não faltam para o apresentador.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;