Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Camboja poderá julgar líderes de governo Pol Pot


Das Agências

02/01/2001 | 10:53


A Assembléia Nacional do Camboja aprovou nesta terça-feira um projeto de lei, para julgar os líderes do regime comandado por Pol Pot, durante a década de 70, que deixou mais de 1,7 milhao de mortos.

O Tribunal que julgará os dirigentes do grupo político-militar, segundo funcionários do governo, será integrado inclusive por pessoas de outras partes do mundo. Após dois dias de debates, 92 dos 122 legisladores apoiaram o projeto de lei, de acordo com Heng Samrin, primeiro vice-presidente da Assembléia.

O projeto, agora, deverá ser enviado para análise do Senado, seguindo depois ao Conselho Constitucional e para sançao do rei Norodom Sihanouk. A próxima etapa será um acordo entre o governo cambojano e a Organizaçao das Naçoes Unidas para a convocaçao do Tribunal.

Os juízes deverao processar os líderes do Khmer Vermelho, que governaram o país entre 1975 e 1979. O presidente da Assembléia Nacional, príncipe Norodom Ranariddh, disse que a preparaçao do processo deve levar de um a dois anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Camboja poderá julgar líderes de governo Pol Pot

Das Agências

02/01/2001 | 10:53


A Assembléia Nacional do Camboja aprovou nesta terça-feira um projeto de lei, para julgar os líderes do regime comandado por Pol Pot, durante a década de 70, que deixou mais de 1,7 milhao de mortos.

O Tribunal que julgará os dirigentes do grupo político-militar, segundo funcionários do governo, será integrado inclusive por pessoas de outras partes do mundo. Após dois dias de debates, 92 dos 122 legisladores apoiaram o projeto de lei, de acordo com Heng Samrin, primeiro vice-presidente da Assembléia.

O projeto, agora, deverá ser enviado para análise do Senado, seguindo depois ao Conselho Constitucional e para sançao do rei Norodom Sihanouk. A próxima etapa será um acordo entre o governo cambojano e a Organizaçao das Naçoes Unidas para a convocaçao do Tribunal.

Os juízes deverao processar os líderes do Khmer Vermelho, que governaram o país entre 1975 e 1979. O presidente da Assembléia Nacional, príncipe Norodom Ranariddh, disse que a preparaçao do processo deve levar de um a dois anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;