Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Consumidora diz ser vítima de propaganda enganosa


Vanessa Fajardo
Do Diário do Grande ABC

16/06/2008 | 07:01


Incentivada por uma promoção cujo prêmio era um telefone celular Claro, a dentista Paula Cristina Caravaggio, 32 anos, fez uma compra de R$ 170 no Supermercados Ricoy da Estrada dos Alvarenga, em São Bernardo, na semana passada.

Segundo a consumidora, para ser contemplada com o celular da marca Samsung era preciso trocar cupons fiscais no valor de R$ 100 no quiosque do supermercado.

"Quando fui fazer isto, descobri que era necessário assinar um contrato que previa o pagamento de 12 parcelas de R$ 35. Senti-me lesada porque em nenhum momento isso foi avisado. Registrei um boletim de ocorrência contra a Claro e a Ricoy."

A Ricoy informou que o plano proposto pela Claro exige o pagamento mensal de R$ 35 e que, após receber as orientações, o consumidor opta por participar ou não. A Claro reafirmou que o regulamento da promoção é disponibilizado no próprio estabelecimento comercial.

De acordo com o Procon-SP, o consumidor tem direito à informação prévia e deve exigir o cumprimento da promoção pelo que foi divulgado. "A empresa pode ser multada por não ter cumprido a oferta", frisou o diretor de fiscalização Paulo Arthur Góes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consumidora diz ser vítima de propaganda enganosa

Vanessa Fajardo
Do Diário do Grande ABC

16/06/2008 | 07:01


Incentivada por uma promoção cujo prêmio era um telefone celular Claro, a dentista Paula Cristina Caravaggio, 32 anos, fez uma compra de R$ 170 no Supermercados Ricoy da Estrada dos Alvarenga, em São Bernardo, na semana passada.

Segundo a consumidora, para ser contemplada com o celular da marca Samsung era preciso trocar cupons fiscais no valor de R$ 100 no quiosque do supermercado.

"Quando fui fazer isto, descobri que era necessário assinar um contrato que previa o pagamento de 12 parcelas de R$ 35. Senti-me lesada porque em nenhum momento isso foi avisado. Registrei um boletim de ocorrência contra a Claro e a Ricoy."

A Ricoy informou que o plano proposto pela Claro exige o pagamento mensal de R$ 35 e que, após receber as orientações, o consumidor opta por participar ou não. A Claro reafirmou que o regulamento da promoção é disponibilizado no próprio estabelecimento comercial.

De acordo com o Procon-SP, o consumidor tem direito à informação prévia e deve exigir o cumprimento da promoção pelo que foi divulgado. "A empresa pode ser multada por não ter cumprido a oferta", frisou o diretor de fiscalização Paulo Arthur Góes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;