Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Projeto recebe oito emendas e sai da pauta


Do Diário do Grande ABC

28/04/2006 | 08:21


A vereadora Regina Gonçalves (PV) não conseguiu convencer seus colegas da Câmara de Diadema para aprovar o projeto que proíbe a comercialização de salgadinhos e refrigerantes nas cantinas das escolas municipais. A proposta recebeu oito emendas e a parlamentar resolveu retirá-lo da pauta.

“Entendemos que isso era uma imposição para as mães e não nos compete impor estas coisas”, avaliou Laércio Soares (PCdoB). O líder do governo na Câmara, Pastor Jair (PT), acredita que a proibição da venda destes alimentos não surtiria efeito prático. “Como seria a fiscalização?”, indagou o parlamentar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Projeto recebe oito emendas e sai da pauta

Do Diário do Grande ABC

28/04/2006 | 08:21


A vereadora Regina Gonçalves (PV) não conseguiu convencer seus colegas da Câmara de Diadema para aprovar o projeto que proíbe a comercialização de salgadinhos e refrigerantes nas cantinas das escolas municipais. A proposta recebeu oito emendas e a parlamentar resolveu retirá-lo da pauta.

“Entendemos que isso era uma imposição para as mães e não nos compete impor estas coisas”, avaliou Laércio Soares (PCdoB). O líder do governo na Câmara, Pastor Jair (PT), acredita que a proibição da venda destes alimentos não surtiria efeito prático. “Como seria a fiscalização?”, indagou o parlamentar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;