Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Grande ABC recebe 1ª Exposição de Cartunistas


Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

29/02/2004 | 19:34


Para quem não sabe, a região tem bons artistas do humor gráfico, premiados pelo país, com trabalhos publicados até no exterior e com exposições em outros Estados. Aumentar o reconhecimento público da produção dos desenhistas locais é a proposta da 1ª Exposição de Cartunistas do Grande ABC. O evento abre nesta terça-feira, às 19h30, e fica em cartaz até 30 de abril, no salão de exposições da Fundação Pró-Memória de São Caetano, com entrada franca.

A organização da mostra partiu do cartunista Mario Mastrotti, de São Caetano. Ele e mais 11 profissionais da área apresentam 50 desenhos em cartum, caricatura e histórias em quadrinhos. A maioria do que estará é parte do acervo de trabalhos já publicados de cada artista. Algumas obras inéditas – feitas especialmente para a ocasião – estão na seção que presta homenagem ao cartunista Henfil (1943-1988), que completaria 60 anos no mês passado.

A idéia de abrir uma vitrina para a categoria surgiu para contemplar os reconhecidos e aqueles quase anônimos. “Somos bem representados por nomes como o do (Luiz Carlos) Fernandes, vencedor de vários salões de humor, Gilmar, premiado pelo HQ Mix como o melhor cartunista de 2002, e o Marcio Baraldi, que já ganhou um prêmio Vladimir Herzog. Mas também temos outros, não tão conhecidos, mas que fazem excelentes trabalhos”, afirma Mastrotti.

A lista dos expositores contém Gilmar, Baraldi, Antonio Carlos Pires e Rafael Dourado, de Santo André; Cerito e Moretti, de São Bernardo; Ed Sarro, Regisclei, Rocco e Mastrotti, de São Caetano, e Daniel Alves, de Diadema.

Segundo os cartunistas, a mostra sugere um contato diferente com o público. Em uma revista, por exemplo, o leitor fica mais atento à mensagem. Na exposição, o visitante pode observar e comparar os traços, ver os originais e reparar nos materiais utilizados.

Uma das curiosidades despertadas é o processo de criação. “Para fazer a charge do Pasquim, recebo a pauta com uns três dias de antecedência, pesquiso o assunto e passo para o papel, tentando fazer o leitor pensar, seja de forma sutil, escrachada ou engraçada”, diz Gilmar.

Regisclei montou seu próprio estúdio e faz trabalhos por encomenda, como ilustrações para a revista do Sítio do Picapau Amarelo, da editora Globo. “Minha inspiração é o prazo, quase sempre apertado”, afirma. Toninho e Kelly é a dupla de personagens criada por ele próprio. Na exposição, Toninho aparece abraçado com a Graúna, criação de Henfil.

Com atuação marcante na área sindical, Baraldi conta que precisa estar sempre atento aos acontecimentos. “Meu processo de criação funciona 24 horas, como um pronto-socorro”, diz. O cartunista gostou muito da homenagem a Henfil: “Apesar de mineiro, ele se identificou plenamente com o humor engajado e militante do ABC”.

Durante o evento de abertura, na noite de terça-feira, os cartunistas vão autografar seus respectivos livros. A visitação começa na quarta-feira, das 9h às 17h.

A proposta é que a exposição se repita em outras oportunidades, para as quais os organizadores esperam contar com mais participantes. “Convidamos os desenhistas com os quais temos contato, mas aqueles que quiserem expor nas próximas edições podem conversar conosco”, afirma Mastrotti. O telefone para contatos é 4226-4396.

1ª Exposição de Cartunistas do Grande ABC – Abertura nesta terça-feira, às 19h30. Na Fundação Pró-Memória de São Caetano – av. Goiás, 600, São Caetano. Tel.: 4221-9008. Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC recebe 1ª Exposição de Cartunistas

Nelson Albuquerque
Do Diário do Grande ABC

29/02/2004 | 19:34


Para quem não sabe, a região tem bons artistas do humor gráfico, premiados pelo país, com trabalhos publicados até no exterior e com exposições em outros Estados. Aumentar o reconhecimento público da produção dos desenhistas locais é a proposta da 1ª Exposição de Cartunistas do Grande ABC. O evento abre nesta terça-feira, às 19h30, e fica em cartaz até 30 de abril, no salão de exposições da Fundação Pró-Memória de São Caetano, com entrada franca.

A organização da mostra partiu do cartunista Mario Mastrotti, de São Caetano. Ele e mais 11 profissionais da área apresentam 50 desenhos em cartum, caricatura e histórias em quadrinhos. A maioria do que estará é parte do acervo de trabalhos já publicados de cada artista. Algumas obras inéditas – feitas especialmente para a ocasião – estão na seção que presta homenagem ao cartunista Henfil (1943-1988), que completaria 60 anos no mês passado.

A idéia de abrir uma vitrina para a categoria surgiu para contemplar os reconhecidos e aqueles quase anônimos. “Somos bem representados por nomes como o do (Luiz Carlos) Fernandes, vencedor de vários salões de humor, Gilmar, premiado pelo HQ Mix como o melhor cartunista de 2002, e o Marcio Baraldi, que já ganhou um prêmio Vladimir Herzog. Mas também temos outros, não tão conhecidos, mas que fazem excelentes trabalhos”, afirma Mastrotti.

A lista dos expositores contém Gilmar, Baraldi, Antonio Carlos Pires e Rafael Dourado, de Santo André; Cerito e Moretti, de São Bernardo; Ed Sarro, Regisclei, Rocco e Mastrotti, de São Caetano, e Daniel Alves, de Diadema.

Segundo os cartunistas, a mostra sugere um contato diferente com o público. Em uma revista, por exemplo, o leitor fica mais atento à mensagem. Na exposição, o visitante pode observar e comparar os traços, ver os originais e reparar nos materiais utilizados.

Uma das curiosidades despertadas é o processo de criação. “Para fazer a charge do Pasquim, recebo a pauta com uns três dias de antecedência, pesquiso o assunto e passo para o papel, tentando fazer o leitor pensar, seja de forma sutil, escrachada ou engraçada”, diz Gilmar.

Regisclei montou seu próprio estúdio e faz trabalhos por encomenda, como ilustrações para a revista do Sítio do Picapau Amarelo, da editora Globo. “Minha inspiração é o prazo, quase sempre apertado”, afirma. Toninho e Kelly é a dupla de personagens criada por ele próprio. Na exposição, Toninho aparece abraçado com a Graúna, criação de Henfil.

Com atuação marcante na área sindical, Baraldi conta que precisa estar sempre atento aos acontecimentos. “Meu processo de criação funciona 24 horas, como um pronto-socorro”, diz. O cartunista gostou muito da homenagem a Henfil: “Apesar de mineiro, ele se identificou plenamente com o humor engajado e militante do ABC”.

Durante o evento de abertura, na noite de terça-feira, os cartunistas vão autografar seus respectivos livros. A visitação começa na quarta-feira, das 9h às 17h.

A proposta é que a exposição se repita em outras oportunidades, para as quais os organizadores esperam contar com mais participantes. “Convidamos os desenhistas com os quais temos contato, mas aqueles que quiserem expor nas próximas edições podem conversar conosco”, afirma Mastrotti. O telefone para contatos é 4226-4396.

1ª Exposição de Cartunistas do Grande ABC – Abertura nesta terça-feira, às 19h30. Na Fundação Pró-Memória de São Caetano – av. Goiás, 600, São Caetano. Tel.: 4221-9008. Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;