Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André passa por reestruturação total


Marcos Schiripa
Do Diário do Grande ABC

14/02/2001 | 00:48


A natação será a primeira modalidade a passar pela reestruturação que o coordenador de Esportes Competitivos de Santo André, Fernando Lacerda de Almeida, pretende implantar. O dirigente, que propõe um novo dinamismo ao esporte da cidade, lançará nos próximos dias um projeto para a natação priorizando o trabalho de base. Fernando quer, em parceria com a Apan (Associação dos Pais e Amigos da Natação) e o clube 1º de Maio, realizar um trabalho junto à comunidade.

“O nosso enfoque a partir deste ano será a base. Queremos trabalhar nos bairros da cidade, buscando formar nossos futuros competidores”, destaca Fernando, que nomeou Audrey Cristina Bianchini para coordenar o projeto.

A ex-jogadora de vôlei e treinadora de natação será responsável pelos núcleos que a Prefeitura implantará nos Centro Comunitários da Praça Internacional, Vila Linda, Vila Matarazzo e Santa Terezinha, que possuem piscinas semi-olímpicas (25 m).

“Queremos trabalhar com um total de mil crianças de 7 a 15 anos”, conta a coordenadora. “Essas crianças vão aprender a nadar e quando atingirem um certo nível passam a integrar a equipe da cidade.” A partir de agora, apenas os atletas da equipe treinarão na piscina do Complexo Esportivo Pedro Dell‘Antonia.

Audrey acredita que em três ou quatro anos o projeto já colocará atletas para representar a cidade. “Queremos ter pratas da casa em nossa equipe”.

Patrocínio – Com a nova proposta, a Apan, que até então dirigia a natação de Santo André, passa a dividir a função com o 1º de Maio, que cederá nadadores para a equipe da cidade. A Prefeitura, por sua vez, estará incumbida de direcionar a verba para o projeto. Segundo o coordenador de esportes competitivos, a administração continuará destinando R$ 50 mil/ano para a modalidade. “Estamos atrás de patrocínio. Se conseguirmos um apoio, esse valor poderá subir”, destaca Fernando.

O dirigente ressalta que um dos pontos do projeto também cabe ao novo gerenciamento da verba. A prioridade é dar uma nova condição para os atletas que participam de competições. “Até agora os nadadores viajavam de microônibus, ficavam alojados nos próprios locais de competições. A nossa intenção é mudar isso, queremos que os atletas, dependendo dos campeonatos, possam viajar de avião e ficar alojados em hotel”.

Com isso, a ajuda de custo que cada nadador recebe sofrerá redução (esse valor varia entre R$ 100 e R$ 1 mil). “Estamos pedindo para que eles (nadadores) venham a se sacrificar. Isso pode ser ruim por um lado, mas, com certeza, vai ser favorável por outro, tendo em vista que vão ter uma boa condição para competir”, afirma Fernando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André passa por reestruturação total

Marcos Schiripa
Do Diário do Grande ABC

14/02/2001 | 00:48


A natação será a primeira modalidade a passar pela reestruturação que o coordenador de Esportes Competitivos de Santo André, Fernando Lacerda de Almeida, pretende implantar. O dirigente, que propõe um novo dinamismo ao esporte da cidade, lançará nos próximos dias um projeto para a natação priorizando o trabalho de base. Fernando quer, em parceria com a Apan (Associação dos Pais e Amigos da Natação) e o clube 1º de Maio, realizar um trabalho junto à comunidade.

“O nosso enfoque a partir deste ano será a base. Queremos trabalhar nos bairros da cidade, buscando formar nossos futuros competidores”, destaca Fernando, que nomeou Audrey Cristina Bianchini para coordenar o projeto.

A ex-jogadora de vôlei e treinadora de natação será responsável pelos núcleos que a Prefeitura implantará nos Centro Comunitários da Praça Internacional, Vila Linda, Vila Matarazzo e Santa Terezinha, que possuem piscinas semi-olímpicas (25 m).

“Queremos trabalhar com um total de mil crianças de 7 a 15 anos”, conta a coordenadora. “Essas crianças vão aprender a nadar e quando atingirem um certo nível passam a integrar a equipe da cidade.” A partir de agora, apenas os atletas da equipe treinarão na piscina do Complexo Esportivo Pedro Dell‘Antonia.

Audrey acredita que em três ou quatro anos o projeto já colocará atletas para representar a cidade. “Queremos ter pratas da casa em nossa equipe”.

Patrocínio – Com a nova proposta, a Apan, que até então dirigia a natação de Santo André, passa a dividir a função com o 1º de Maio, que cederá nadadores para a equipe da cidade. A Prefeitura, por sua vez, estará incumbida de direcionar a verba para o projeto. Segundo o coordenador de esportes competitivos, a administração continuará destinando R$ 50 mil/ano para a modalidade. “Estamos atrás de patrocínio. Se conseguirmos um apoio, esse valor poderá subir”, destaca Fernando.

O dirigente ressalta que um dos pontos do projeto também cabe ao novo gerenciamento da verba. A prioridade é dar uma nova condição para os atletas que participam de competições. “Até agora os nadadores viajavam de microônibus, ficavam alojados nos próprios locais de competições. A nossa intenção é mudar isso, queremos que os atletas, dependendo dos campeonatos, possam viajar de avião e ficar alojados em hotel”.

Com isso, a ajuda de custo que cada nadador recebe sofrerá redução (esse valor varia entre R$ 100 e R$ 1 mil). “Estamos pedindo para que eles (nadadores) venham a se sacrificar. Isso pode ser ruim por um lado, mas, com certeza, vai ser favorável por outro, tendo em vista que vão ter uma boa condição para competir”, afirma Fernando.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;