Cena Política

Pesquisa murcha planos de Lauro


Esta coluna mostrou há algumas semanas que o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), encomendou uma pesquisa para analisar o potencial de figuras do governo que querem ser candidatos na eleição do ano que vem e colocou seu próprio nome para corrida a deputado federal. A ideia de Lauro era, com números em mãos, poder conduzir quase que exclusivamente o processo de definição dos postulantes, principalmente à Assembleia Legislativa, uma vez que três governistas tentam concorrer a uma vaga no Parlamento paulista com as bênçãos do Paço. Porém, o tiro saiu pela culatra. Os resultados da pesquisa passaram longe de agradar o verde, que ficou atrás de nomes como Celso Russomanno (PRB), Tiririca (PR), Vaguinho do Conselho (PRB), José de Filippi Júnior (PT) e até mesmo Márcio da Farmácia (PV), seu vice.

Radar da discórdia
Um radar móvel movimentou críticos e aliados do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB). Nas redes sociais, uma foto do aparelho instalado na Avenida dos Estados tomou conta dos comentários. Alguns opositores apareceram dizendo que o radar estava em Santo André, na mesma semana em que o tucano anunciou o fim do uso desse equipamento na cidade. Os governistas afirmando que o radar estava já em Mauá, administrada por Atila Jacomussi (PSB). Após horas de discussão, chegou-se ao veredicto: o aparelho estava mesmo em Mauá.

Mais médicos
A Câmara de Mauá aprovou na terça-feira, em primeiro turno, projeto que autoriza o governo do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), a contratar de forma excepcional e pelo prazo máximo de um ano, 39 médicos, entre clínicos, pediatras e médicos reguladores para atenderem nos equipamentos de Saúde do município. Isso ocorre em meio ao debate sobre o futuro do contrato entre o Paço e a FUABC (Fundação do ABC), que gerencia o sistema da cidade.

Emendas
A Prefeitura de São Bernardo, chefiada por Orlando Morando (PSDB), disse que foi informada sobre existência de duas emendas – uma de R$ 1,2 milhão e outra de R$ 592,2 mil – do deputado federal Alex Manente (PPS) para projetos de infraestrutura. “Nesta modalidade e também para a mesma finalidade foi identificada emenda, no valor de R$ 800 mil, do deputado Carlos Zarattini (PT-SP)”. Alex rubricou mais duas emendas, de R$ 4,67 milhões, ao município.

Social democracia
Crítico ao governo do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), o vereador Jander Lira (PP) comentou o artigo assinado pelo tucano e publicado por este Diário no domingo. Segundo Jander, Auricchio precisa tirar do discurso os ideais sociais democráticos que pregou no texto. “A social democracia defende o estado do bem estar social, onde o poder público atua como indutor do crescimento econômico e promove programas de distribuição de renda”, escreve Jander. “Ele tem tudo na mão para aplicar em nosso município”, adiciona.

Veículos oficiais – 1
Em São Bernardo, o presidente da Câmara, Pery Cartola (PSDB), pretende entregar o carro oficial que fica à disposição de seu gabinete, seguindo o que fez o vereador Pastor Zezinho Soares (PSDB), depois que seu assessor foi flagrado utilizando o veículo pago com recursos da Casa em um supermercado no bairro Baeta Neves.

Veículos oficiais – 2
Muitos parlamentares são-bernardenses reprovaram a atitude de Zezinho Soares e também estão ressabiados com Pery Cartola sobre a decisão de entregar o veículo. Um vereador, defensor do uso do carro oficial, comparou Zezinho a um marido traído pela mulher e que, em vez de buscar a separação, decide vender o sofá em que flagrou o adultério. 

Comentários


Veja Também


Pesquisa murcha planos de Lauro

Esta coluna mostrou há algumas semanas que o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), encomendou uma pesquisa para analisar o potencial de figuras do governo que querem ser candidatos na eleição do ano que vem e colocou seu próprio nome para corrida a deputado federal. A ideia de Lauro era, com n...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar