Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Casal de idosos é processado por ter relações sexuais no carro


Da AFP

13/02/2003 | 09:14


Ele tem 85 anos e ela, 74, mas isto não impediu um casal de italianos de ter relações sexuais, em pleno dia, em seu carro, o que lhes valeu um processo por atentado ao pudor.

Os dois idosos, que não tiveram a identidade revelada, foram denunciados à polícia por jovens estudantes, testemunhas das carícias trocadas.

A pequena rua de Lanciano, uma aldeia em Abruzzi, não longe do mar Adriático, onde estacionaram o carro bem cedo, na manhã do dia 17 de novembro passado, é a mesma onde fica o colégio da localidade. Os jovens ficaram surpresos ao avistarem, da janela da escola, o casal seminu no carro.

A direção do estabelecimento logo chamou a polícia. A mulher, moradora de Lanciano, conseguiu fugir, com a chegada dos policiais, mas o homem foi obrigado a confessar o nome dela.

O juiz decidiu o caso nesta quarta-feira sem nenhuma complacência: 50 dias de prisão para cada um - mas com direito a suspensão condicional da pena - por "ato obsceno em local público". Com isto, o casal poderá responder ao processo em liberdade.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Casal de idosos é processado por ter relações sexuais no carro

Da AFP

13/02/2003 | 09:14


Ele tem 85 anos e ela, 74, mas isto não impediu um casal de italianos de ter relações sexuais, em pleno dia, em seu carro, o que lhes valeu um processo por atentado ao pudor.

Os dois idosos, que não tiveram a identidade revelada, foram denunciados à polícia por jovens estudantes, testemunhas das carícias trocadas.

A pequena rua de Lanciano, uma aldeia em Abruzzi, não longe do mar Adriático, onde estacionaram o carro bem cedo, na manhã do dia 17 de novembro passado, é a mesma onde fica o colégio da localidade. Os jovens ficaram surpresos ao avistarem, da janela da escola, o casal seminu no carro.

A direção do estabelecimento logo chamou a polícia. A mulher, moradora de Lanciano, conseguiu fugir, com a chegada dos policiais, mas o homem foi obrigado a confessar o nome dela.

O juiz decidiu o caso nesta quarta-feira sem nenhuma complacência: 50 dias de prisão para cada um - mas com direito a suspensão condicional da pena - por "ato obsceno em local público". Com isto, o casal poderá responder ao processo em liberdade.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;