Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Montenegro olha para o futuro como país independente


Da AFP

23/05/2006 | 15:24


Montenegro confirmou nesta terça-feira o seu voto em favor da independência em relação à Sérvia, uma decisão que inicia uma nova era para este novo Estado independente dos Balcãs europeus (centro-sul), livre agora de qualquer laço com Belgrado.

As autoridades sérvias declararam nesta terça-feira que aceitam os resultados, mas pediram que se espere o final do processo de verificação dos votos.

"Assim como o presidente da Sérvia, aceito os resultados preliminares oficiais, como anunciou a Comissão para o referendo e, ao mesmo tempo, peço a todos os políticos em Sérvia e Montenegro que permitam à Comissão determinar acima de qualquer suspeita o resultado deste referendo", disse o presidente sérvio, Boris Tadic.

Os resultados preliminares definitivos do referendo de domingo indicaram que "230.711 eleitores votaram a favor de um Estado independente, ou seja, 55,50%, enquanto que 184.954 pessoas, 44,50%, optaram pela manutenção do Estado comum", declarou nesta terça-feira o presidente da Comissão para o referendo, Frantisek Lipka.

Desta forma, o voto separatista superou por meio ponto a margem de 55% fixada pela União Européia (UE), regra que até agora não havia sido aplicada na Europa.

A independência de Montenegro significa o desmantelamento definitivo da Iugoslávia e o surgimento de um novo micro-Estado nos Balcãs, que espera abrir suas portas para o mundo com o turismo, fonte de recursos mais importante do país. Esta separação chega em um momento delicado para os sérvios, que mantêm difíceis negociações com a maioria albanesa de Kosovo, província sérvia administrada atualmente pela ONU, que exige sua independência total de Belgrado, cujo status definitivo será estabelecido antes do final de 2006.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;