Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PRTB lança Fláquer com discurso anticorrupção


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

25/06/2012 | 07:31


Sem adesão de partidos na coligação, o PRTB lançou-se solitário na empreitada pela Prefeitura de Santo André com o advogado Alexandre Fláquer na cabeça da chapa majoritária. Na presença do presidente nacional e fundador da sigla, Levy Fidelix, o candidato foi oficializado ontem com a proposta de renovação dos quadros políticos e retirar o governo andreense das páginas policiais. "Queremos oxigenação e combater a corrupção", atestou Fláquer.

O candidato considerou que o esvaziamento de siglas ao seu lado se deve ao fato de não se juntar aos velhos políticos, buscando o resgate da tradicional família Fláquer em Santo André, além de destacar que existe venda do apoio de partidos nanicos às grandes agremiações. "Isso é fato. Partido grande compra. A adesão não é por ideal. Nós só nos aliaríamos com alguém caso tivesse passado ilibado e fizesse as negociações de forma correta. Tudo porque temos 22 anos de história na cidade."

O PRTB enfrentará as máquinas administrativas federal, com o PT, e municipal, com o PTB, além de PDT, PMDB e Psol. Esse panorama, segundo o candidato, não é um problema eleitoral, projetando-se como nova via com chances de pleitear o segundo turno.

"Sabemos o tamanho da encrenca, mas temos estrutura definida. (Na polarização colocada) A rejeição do prefeito Aidan Ravin PTB) cresce a cada dia, pois não fez nada. E o PT ninguém quer mais. Pode despejar um caminhão de dinheiro em cima (da candidatura de Carlos Grana) que não volta."

Fláquer considerou que possui apoios isolados de políticos de peso, como o ex-candidato ao Palácio do Planalto Plínio de Arruda Sampaio (Psol), apesar de os socialistas terem lançado candidatura majoritária com Marcelo Reina. "O Plínio, inclusive, gravou um vídeo para passar durante a convenção. Nós vamos surpreender", avaliou ele, que atuou na administração Aidan, na ocasião, como gerente administrativo do Hospital Municipal de Santo André.

Para o pleiteante à Prefeitura, a inexperiência eleitoral não será prejudicial na tentativa de convencer os eleitores a conseguir os votos - ele só disputou o pleito de 2008 a vereador pelo PMN, alcançando aproximadamente 400 sufrágios. "Tenho capacidade técnica e tenho uma equipe séria ao meu lado. Apoio vem de gente fora de bandalheiras."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PRTB lança Fláquer com discurso anticorrupção

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

25/06/2012 | 07:31


Sem adesão de partidos na coligação, o PRTB lançou-se solitário na empreitada pela Prefeitura de Santo André com o advogado Alexandre Fláquer na cabeça da chapa majoritária. Na presença do presidente nacional e fundador da sigla, Levy Fidelix, o candidato foi oficializado ontem com a proposta de renovação dos quadros políticos e retirar o governo andreense das páginas policiais. "Queremos oxigenação e combater a corrupção", atestou Fláquer.

O candidato considerou que o esvaziamento de siglas ao seu lado se deve ao fato de não se juntar aos velhos políticos, buscando o resgate da tradicional família Fláquer em Santo André, além de destacar que existe venda do apoio de partidos nanicos às grandes agremiações. "Isso é fato. Partido grande compra. A adesão não é por ideal. Nós só nos aliaríamos com alguém caso tivesse passado ilibado e fizesse as negociações de forma correta. Tudo porque temos 22 anos de história na cidade."

O PRTB enfrentará as máquinas administrativas federal, com o PT, e municipal, com o PTB, além de PDT, PMDB e Psol. Esse panorama, segundo o candidato, não é um problema eleitoral, projetando-se como nova via com chances de pleitear o segundo turno.

"Sabemos o tamanho da encrenca, mas temos estrutura definida. (Na polarização colocada) A rejeição do prefeito Aidan Ravin PTB) cresce a cada dia, pois não fez nada. E o PT ninguém quer mais. Pode despejar um caminhão de dinheiro em cima (da candidatura de Carlos Grana) que não volta."

Fláquer considerou que possui apoios isolados de políticos de peso, como o ex-candidato ao Palácio do Planalto Plínio de Arruda Sampaio (Psol), apesar de os socialistas terem lançado candidatura majoritária com Marcelo Reina. "O Plínio, inclusive, gravou um vídeo para passar durante a convenção. Nós vamos surpreender", avaliou ele, que atuou na administração Aidan, na ocasião, como gerente administrativo do Hospital Municipal de Santo André.

Para o pleiteante à Prefeitura, a inexperiência eleitoral não será prejudicial na tentativa de convencer os eleitores a conseguir os votos - ele só disputou o pleito de 2008 a vereador pelo PMN, alcançando aproximadamente 400 sufrágios. "Tenho capacidade técnica e tenho uma equipe séria ao meu lado. Apoio vem de gente fora de bandalheiras."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;